21/08/2019 às 17h08min - Atualizada em 21/08/2019 às 17h08min

Promotor eleitoral alerta para adesão obrigatória da biometria

Assessoria de Imprensa
A menos de três meses do prazo-limite para concluir o cadastramento biométrico obrigatório dos eleitores, o promotor da 11ª Zona Eleitoral de Araçatuba, Flávio Hernandez, reforçou o apelo divulgado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e pelos tribunais regionais de todo o País para a importância de o eleitorado cadastrar as digitais a fim de participar do processo eleitoral do ano que vem.
 
Caso o eleitor não faça adesão à biometria no cartório eleitoral até dia 19 de dezembro, o título será cancelado e assim o cidadão não poderá votar nas próximas eleições, em outubro de 2020. E as consequências do título cancelado não param por aí.

Durante uma palestra sobre biometria promovida na terça-feira (20/08) pela Escola do Legislativo da Câmara Municipal de Araçatuba, o representante do Ministério Público Eleitoral (MPE) destacou as consequências negativas para quem não efetuar o cadastro biométrico.
 
“Com o titulo cancelado, os eleitores acumulam perdas individuais e coletivas. Entre as individuais, destacamos a impossibilidade de obter financiamentos e empréstimos com bancos públicos, efetuar matrículas ou renovações em estabelecimentos públicos de ensino e tirar passaporte. No âmbito coletivo, a adesão parcial à biometria compromete a representatividade dos agentes políticos eleitos, uma vez que esses políticos não foram escolhidos com a participação significativa do eleitorado”, destacou o promotor.

Observado pela presidente da Câmara, vereadora Tieza (PSDB), e pelos chefes das duas zonas eleitorais, Flávio Vaz (11ª) e Fabiana Silva (299ª), o promotor revelou que até o último dia 15 pouco mais de 80 mil eleitores haviam feito o cadastramento biométrico, o equivalente a 55,33% do eleitorado da cidade.

O representante do MPE respondeu ainda perguntas dos vereadores Cido Saraiva (MDB), Dr. Jaime (PTB) e da plateia formada por servidores legislativos e representantes da comunidade. Hernandez elogiou a iniciativa da Escola do Legislativo para colocar a discussão da biometria em evidência.

“Quando recebi o convite, não hesitei. Sinto-me honrado em participar desse encontro para destacar a importância da biometria obrigatória, que defino como um recadastramento eleitoral com segurança”, afirmou o promotor eleitoral Flávio Hernandez.

A presidente do Legislativo também reforçou o compromisso social promovido pela Escola para discutir assuntos relevantes e empoderadores visando ao bem-estar da sociedade.

“Nossa missão é promover ações que buscam qualificar e aprimorar a formação humanista dos públicos interno, os servidores, e externo, a população, com cursos e debates voltados à cidadania”, explicou Tieza.

Biometria

A biometria é obrigatória na cidade Araçatuba. O eleitor que não efetuou o cadastramento biométrico deve procurar o Cartório Eleitoral até o dia 19 de dezembro.
 
O atendimento é realizado de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h. Em regime de plantão, a unidade eleitoral estará aberta nos sábados dia 21 de setembro, 19 de outubro, 9 de novembro e 7 de dezembro, das 8h às 13h.

Para a biometria, o eleitor deve comparecer ao cartório e levar consigo um documento de identidade original com foto (RG, CNH, passaporte) e um comprovante de endereço.

O cartório está localizado na Rua Brigadeiro Luís Antônio,46. Bairro Higienópolis. Não é necessário o agendamento.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »