23/02/2018 às 16h07min - Atualizada em 23/02/2018 às 16h07min

Espetáculo circense 'Gigantes de Ar' traz palhaços e grandes bonecos infláveis ao Sesc Birigui

Ao lado de 4 palhaços, girafas bailarinas, um elefante azul de quatro metros, um leão medroso e um tigre engraçado representam a magia e o humor dos picadeiros

Assessoria de Imprensa
Uma reunião de cenas inspiradas nas populares apresentações de circo-teatro. Esse é o espírito do espetáculo "Gigantes de Ar", que a Cia. Pia Fraus, de São Paulo, apresenta no Teatro do Sesc Birigui neste domingo (25), às 17h. A entrada é gratuita e os ingressos começam a ser distribuídos às 16h no local.

Em cena, quatro palhaços fazem as vezes de acrobatas, domadores, bailarinos e apresentador, e contam com bonecos infláveis gigantes para representar animais de circo de forma lúdica. Girafas bailarinas, um elefante azul de quatro metros, um leão medroso e um tigre engraçado são algumas das atrações.

Comédias, dramas, habilidades, risco e coragem e todo o universo do circo popular brasileiro são a base dessa reunião de esquetes inspiradas nos picadeiros, nos animais de circo e seus adestradores. O encontro entre palhaços, trapezistas e bonecos promove uma atmosfera de humor e poesia. A direção é dos artistas da Pia Fraus em parceria com Carla Candiotto.

"Gigantes de Ar" já foi apresentado em vários festivais nacionais de teatro de bonecos (Canela, Curitiba, SESI Bonecos) e nos festivais internacionais de Cadiz (Espanha), Miami (EUA) e Bogotá (Colômbia).

A não-linearidade, o pouco uso da palavra, a força nas imagens, a relação boneco-ator são os elementos que caracterizam os trabalhos da companhia, cuja linha de trabalho surgiu da diversidade de formação de seus componentes, nas áreas de teatro, dança, teatro de bonecos e de máscaras, circo e artes plásticas.

Em seus 35 anos de existência, a Pia Fraus produziu dezenas de espetáculos, apresentando-se em 24 países diferentes nos principais festivais nacionais e internacionais de artes cênicas. Atualmente, a companhia possui em seu repertório ativo sete espetáculos: "Bichos do Brasil", "Círculo das Baleias", "Gigantes de Ar", "Filhotes da Amazônia", a remontagem de "O Vaqueiro e o Bicho Froxo", "A última árvore" e o novo "Bichos Vermelhos".

Ao longo destes anos, o grupo tem se caracterizado por trabalhar com diversos diretores e, desde 2002, tem feito parcerias com o grupo Parlapatões, que resultaram nos espetáculos "Pano de Roda" (2002), projeto itinerante patrocinado pela Petrobrás (do qual também fez parte o grupo La Mínima), "Hércules" (2006) e o Circo Roda Brasil – com os espetáculos "Stapafurdyo" (2006) e "Oceano" (2008).
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »