06/12/2018 às 08h46min - Atualizada em 08/12/2018 às 09h00min

Aprenda a preparar uma ceia natalina saudável

Saiba como evitar a contaminação de bactérias como a salmonela, quais os principais sintomas e como proceder caso isso aconteça

Governo do Estado de São Paulo
Foto: Divulgação

Com as festividades de fim de ano se aproximando, é importante tomar cuidado com a qualidade da comida e o perigo da salmonela. Um dos pratos que exige maior atenção na hora do preparo e conservação é a tradicional maionese.

Para prevenir a contaminação é importante cozinhar adequadamente os alimentos, evitando carnes malpassadas. A nutricionista Etelma Mendes Rosa esclarece que os alimentos mal cozidos ou deixados destampados por várias horas podem ser contaminados pela bactéria.

“Os sintomas da infecção por salmonela normalmente surgem após a ingestão de alimentos contaminados com fezes, como ovos ou carne mal cozida”, explica.

Outra dica para evitar a contaminação cruzada é não usar a mesma tábua de corte para o preparo de mais de um tipo de alimento, evitar o cruzamento de alimentos crus com alimentos cozidos e manter a higiene do local de preparo de alimentos, bem como de utensílios e equipamentos.

A dona de casa Fátima da Silva conta que sempre toma cuidado na higiene dos produtos para evitar a contaminação. “Lavo bem a salada e nunca deixo os alimentos fora da geladeira por um grande período. Temos que tomar cuidado, pois muita gente vem visitar a família e nós queremos uma ceia gostosa e sem problemas”, afirma.

Sintomas

Os sintomas são semelhantes aos de uma infecção estomacal. Geralmente, podem surgir até três dias após o consumo do alimento contaminado e permanecem por cerca de cinco a sete dias, até a completa recuperação do paciente. Eles podem variar de intensidade, dependendo da quantidade de alimento contaminado ingerido ou da quantidade de bactéria ingerida.

Porém, sempre que existe suspeita de infecção por salmonela é recomendado consultar um gastroenterologista para fazer o diagnóstico do problema e iniciar o tratamento com o antibiótico adequado.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »