24/09/2018 às 15h35min - Atualizada em 24/09/2018 às 15h35min

Obra do esgoto está em ritmo acelerado e bacias do Pombo e do Barbosa podem ser concluídas em 12 meses

Empresa vencedora da licitação está trabalhando com 50 pessoas, divididas em duas equipes de 25

Assessoria de Imprensa
Foto: Divulgação
A obra de afastamento e tratamento do esgoto de Marília, que foi retomada no último dia 30 de julho, está em ritmo acelerado e, apesar do prazo de conclusão das bacias do Pombo e do Barbosa ser de 18 meses, o serviço poderá ser finalizado em 12 meses.

A informação é do sócio-proprietário da Replan, empresa vencedora do processo licitatório para a conclusão da obra, Reinaldo Pavarini. “O prazo estabelecido no contrato é de 18 meses, mas a Replan não está medindo esforços para finalizar em 12 meses, ou seja, antes do final do próximo ano. No que depender da nossa empresa, a obra será concluída antes do prazo previsto.”

As bacias do Pombo, que atravessa toda a zona oeste, e do Barbosa, que corta a cidade entre as zonas sul e oeste, correspondem a 67% do esgoto do município. Os outros 33% são da bacia do Palmital, cujas obras deverão ser realizadas após o término do Barbosa e do Pombo.

De acordo com o processo de licitação, o custo inicial da obra é de R$ 30.756.365,95, com pagamentos mensais por medição, podendo ser reajustado anualmente pelo IGP-M (Índice Geral de Preços de Mercado), calculado pela Fundação Getúlio Vargas.

A Replan está trabalhando com total de 50 pessoas na obra, divididas em duas equipes de 25, que são coordenadas pelos engenheiros Adalberto Valente (Pombo) e Rodrigo Ercílio Coneglian (Barbosa), tendo o engenheiro José Camilo Mugnai Vieira como coordenador geral.

Nesta fase inicial de obras, o objetivo foi conter as águas pluviais nas duas lagoas – Pombo e Barbosa -, tendo sido construída uma rede de galeria de um metro de diâmetro. Além disso, foram feitas melhorias nas estradas de acesso aos locais e as duas lagoas foram refeitas quase que na totalidade.

“Já fizemos todo o canteiro de obras nos dois locais e também a parte elétrica. Foi perfurado um poço no Pombo, fizemos a base do reservatório e nos acessos foi feita a recomposição da estrada com bocas de lobo e galeria de águas pluviais, deixando a estrada trafegável. O objetivo de contenção da água de chuva está concluído e, portanto, não há risco de nova erosão estourar o aterro e, consequentemente, de rompimento das lagoas. Tudo caminha dentro do planejado e Marília pode ter certeza que a Replan, junto com a Prefeitura, entregará esta obra concluída no segundo semestre de 2019”, afirmou Reinaldo Pavarini.

O prefeito Daniel Alonso, que vem acompanhando o andamento da obra, parabenizou a empresa por estar com o cronograma rigorosamente em dia.

“Quero parabenizar toda a diretoria e funcionários da Replan, que não estão medindo esforços, junto com a Prefeitura, para entregar esta importantíssima obra para a nossa população. Temos certeza que Marília dará um grande salto no IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) com a conclusão da obra do esgoto, que irá melhorar acentuadamente a qualidade de vida do mariliense”, disse o chefe do executivo.
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »