13/09/2018 às 15h12min - Atualizada em 13/09/2018 às 15h12min

Schumacher, Alonso e Barrichello: Raikkonen pode superar recordes históricos na F1

Por Gabriel Gavinelli
F1 Mania
Foto: AFP PHOTO / Saeed KHAN
Enquanto muitos acreditavam que seria a última temporada de Kimi Raikkonen na Fórmula 1, o “Homem de Gelo” surpreendeu o mundo assinando por mais dois anos com a Sauber, equipe fez sua estreia na categoria em 2001, e agora o piloto finlandês pode quebrar uma série de recordes históricos da F1.

O recorde de maior prestígio que ele pode quebrar é o mantido por Rubens Barrichello, o maior número de participações em Grandes Prêmios. O brasileiro, que esteve na F1 por 18 temporadas desde sua estréia em 1993, participou de impressionantes 326 GPs.

Atualmente, Raikkonen ocupa o quinto lugar no ranking com 287 corridas, e tempo pelo menos 47 corridas até o final do seu contrato com a Sauber em 2020. Se ele estiver em todos eles, elevaria o recorda para 334 corridas.

O mesmo vale para o maior número de quilômetro percorridas na F1 – Fernando Alonso detém esse recorde com 82.352 km – e o de maior voltas concluídas – Michael Schumacher com 16.825 voltas. Se Kimi correr em todos os Grandes Prêmios até o final de 2021, ele deve superar esses recordes.

Raikkonen tem uma passagem marcante na Fórmula 1 com 100 participações em pódios, 20 dessas vezes no lugar mais alto além de 18 pole positions.

Veja a Volta Guiado no Circuito da Marina Bay, que recebe o GP de Singapura de F1 neste final de semana:

 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »