31/08/2018 às 11h36min - Atualizada em 31/08/2018 às 11h36min

Profissionais de saúde, mães doadoras e voluntárias são homenageadas pela Câmara Municipal de Marília

Assessoria de Imprensa
Foto: Will Rocha
O gesto de amor de mães doadoras em Marília já resultou este ano em 554 litros de leite coletados e processados pelo BLH (Banco de Leite Humano) de Marília. Em média, 30 bebês são atendidos por dia nas UTIs (Unidade de Terapia Intensiva) com estas doações. Os dados do serviço vinculado à Secretaria Municipal da Saúde foram divulgados durante o “Agosto Dourado”, mês de incentivo à amamentação.

O número ideal para maior segurança dos estoques poderia ser maior. Porém, o esforço das mães doadoras tem permitido salvar muitas vidas e recebeu reconhecimento público da Câmara Municipal de Marília.

O momento de homenagem esta semana na Sala Nassib Cury também destacou o comprometimento dos profissionais de saúde e engajamento de voluntários na “26ª Semana Mundial da Amamentação – Campanha Agosto Dourado 2018”.

Participaram os vereadores da Comissão da Saúde da Câmara: Maurício Roberto, Danilo Bigeschi e Cícero do Ceasa, além do presidente da Casa, Wilson Damasceno; e José Luiz Queiroz, autor da lei que instituiu a campanha na cidade.

O requerimento de votos de congratulações foi proposto por Damasceno. No documento ele destacou a atuação da enfermeira Sandra Domingues (supervisora do serviço) e da secretária municipal da Saúde, Kátia Santana.

“Nosso reconhecimento pelo importante trabalho da unidade que atua na promoção do aleitamento materno exclusivo, atendimento ambulatorial a lactantes, captação, processamento e distribuição para suprir demanda nutricional de neonatos em UTIs de Marília. Louvável iniciativa digna de louvor e elogios. Parabéns pelo trabalho sério, pela dedicação e competência com que vem atuando junto à comunidade mariliense. Saúde e Paz”, diz o texto da proposta.

O encontro contou com a presença da presidente da Associação Feminina Maternidade Gota de Leite, Virgínia Baloni. A instituição foi o primeiro serviço no município que atuou para captação de leite. Desde 19983, de forma pioneira, a cidade conta com um setor da Secretaria da Saúde específico para esta tarefa.

MÃES CORAGEM

Durante a homenagem receberam certificados do BLH as doadoras Flávia de Oliveira da Silva (mãe do Sérgio), Mariana de Oliveira Pereira Martins (Artur), Cristiano da Cruz Cassiano (Henry), Taísa Rueda Pereira (filha, Luiza), Janaína Silva Guerra (Bernardo).
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »