30/08/2018 às 15h30min - Atualizada em 30/08/2018 às 15h30min

Por que manter a calma é tão importante?

Em momentos tensos, o equilíbrio é a estratégia mais certeira para não perder a razão. E como exercitar isso?

Unimed
Foto: Imagem Ilustrativa
É muito provável que você já tenha vivenciado situações de ansiedade, tensão ou que pareceram fugir do seu controle – perder o horário de um compromisso importante; os momentos antes de um teste; um incidente no trânsito; uma entrevista de emprego. O coração bate acelerado, paramos de pensar com clareza e o desafio e/ou problema ganha uma proporção maior. Deixar o desespero de lado e lidar de forma racional com as adversidades deve ser um exercício constante em nosso dia a dia. Afinal, apenas de forma equilibrada é possível encontrar as melhores soluções para situações desagradáveis ou difíceis de resolver.

“A busca do equilíbrio depende de aprendizado e de experiência. E qualquer tendência exagerada infelicita a pessoa e aqueles com quem convive.” (Eugenio Mussak, educador)

Alguns métodos podem ser extremamente eficazes, vamos tentar?

Atenção para o seu corpo:
foque em sua respiração, inspire o ar pelo nariz e expire-o pela boca; repita isso por dez vezes seguidas, de forma lenta e com os olhos fechados. Pode parecer clichê, mas é uma das formas mais eficazes para relaxar instantaneamente. 

Mantenha o foco: é natural que ao estarmos sob pressão todos os problemas parecem reunir-se de uma vez só. Porém, elimine uma situação de cada vez, pense em todas as soluções existentes e resolva-a da melhor maneira possível. 
 
Coloque música no seu dia: assim como algumas melodias tem o “poder” de deixá-lo abatido, há também as que podem mudar para melhor seu humor e disposição. 
 
Alivie as tensões: assista filmes, faça caminhadas, saia com a família e amigos; permita encontrar atividades que te proporcionem prazer e faça com que o desafio que tens superar não seja o centro da sua vida todo o tempo.    

 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »