25/01/2018 às 16h04min - Atualizada em 25/01/2018 às 16h04min

A importância do inglês para carreira de profissionais de Fórmula 1

Entenda como o domínio de inglês se tornou pré-requisito para trabalhar nesta área

F1 Mania
Foto: Imagem Ilustrativa
Viajar pelo mundo no controle de carros potentes, ter fama, reconhecimento em escala global e ainda receber salários milionários. Muitos podem achar que ser piloto de Fórmula 1 é a profissão mais fácil do mundo, mas poucos são aqueles que sabem sobre a dedicação e os anos de trabalho árduo necessários para construir uma carreira bem-sucedida neste setor. A verdade é que a Fórmula 1 não se resume a carros velozes, gente famosa e chuva de champanhe. Ao contrário, o show que vemos na tevê é apenas uma das faces de algo muito maior, que hoje se sustenta graças ao inglês.

Nos bastidores o que se vê é muito trabalho, principalmente psicológico. Um piloto de Fórmula 1 precisa está altamente preparado para enfrentar seus medos, vencer desafios e superar seus próprios limites. Além disso, em uma área com equipes multiculturais, que viajam para diversas partes do mundo e onde a maioria esmagadora dos profissionais são poliglotas, falar o inglês fluente é indispensável e será exigido de um bom piloto de Fórmula 1.

O inglês é mesmo um idioma básico para diversas profissões. Nesta, no entanto, investir em aulas com um bom professor em inglês é um importante passo para obter a fluência na língua inglesa de maneira rápida. É através do inglês que a maioria das pessoas interagem. Logo, encontramos aí também um importante instrumento de interação social – crucial para fazer networking, negócios e parcerias internacionais.

Na plataforma online Preply.com você encontra excelentes professores preparados para tornar o inglês uma língua fluente na sua vida.

Na Fórmula 1, a carreira começa muito cedo, nas categorias Kart, onde os pilotos iniciantes têm entre seis e oito anos de idade. A categoria Kart é uma fase lúdica, onde a criança se diverte brincando de ser piloto e, demonstrando habilidade, segue adiante participando de competições regionais.

Aos poucos, o que era apenas uma brincadeira vai se tornando algo sério. De um torneio a outro, a criança/adolescente vai desenvolvendo mais e mais as habilidades necessárias para se tornar um piloto profissional. Então, começa a chamar mais atenção, ganham visibilidade e as coisas vão acontecendo conforme os frutos da dedicação ao esporte vão sendo colhidos.

O inglês é, sem dúvida um catalisador para o sucesso de um piloto de Fórmula 1. É desejável que logo nas primeiras categorias a criança já domine o idioma inglês ou que inicie, o quanto antes, seus estudos na língua, pois quanto mais cedo ela dominar o inglês, mais fácil e natural ele se tornará em sua vida. Os pais ou responsáveis também precisam, obviamente, ter o inglês na ponta da língua, uma vez que são eles quem representarão os interesses do jovem piloto, interagindo com pessoas influentes e trazendo para a realidade o que antes era apenas um sonho de criança.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »