03/08/2018 às 10h33min - Atualizada em 03/08/2018 às 10h33min

Banco de Leite Materno busca doadoras

Assessoria de Imprensa
Foto: Divulgação
De 06 a 10 de agosto acontece a 27ª Semana Mundial de Amamentação. A semana faz parte da Campanha Agosto Dourado, cujo objetivo é intensificar as ações de fortalecimento e incentivo ao aleitamento materno durante todo o mês. O Banco de Leite da Santa Casa de Misericórdia de Penápolis também busca o aumento da captação de leite humano através de novas doadoras.

Por conta dos benefícios que o aleitamento materno proporciona aos bebês, o Banco de Leite precisa aumentar o seu estoque para atender principalmente aqueles que nascem prematuros e aqueles que por algum outro motivo não podem ser amamentados pelas mães. É um alimento fundamental devido aos nutrientes nas quantidades exatas e que garantem desenvolvimento saudável até a vida adulta.

Para se tornar uma doadora do Banco de Leite Humano da Santa Casa de Penápolis é simples, pois basta que a lactante entre em contato com o serviço por telefone. A equipe da unidade vai até a residência da pessoa, sem a necessidade de deslocamento ou alteração da rotina desta mulher.

A partir da visita domiciliar são feitas todas as orientações e acompanhamentos para a devida coleta. Uma vez por semana, um responsável da equipe passará na residência para buscar o leite.

Entrar em contato é prático: basta ligar no telefone (18) 3654-2210, ramal 269, no horário entre a 07h e 19h. Assim será agendada uma visita à casa da lactante. As interessadas podem falar com Grazi Alberton, Katia Sousa ou Marlene Curiel.

Serviço de Excelência

O Banco de Leite da Santa Casa de Misericórdia de Penápolis foi fundado em 1986, e desde então é referência em toda região.

Recentemente o serviço foi credenciado pela Rede Global de Bancos de Leite Humano na categoria A. Os parâmetros analisados são a regularidade na alimentação do Sistema de Informação e aptidão do quadro funcional para os processos de trabalho. Outro reconhecimento ao trabalho realizado foi o Certificado “Excelência em Bancos de Leite Humano - Categoria Ouro”, em 2017. Trata-se do nível mais alto em certificação existente.

Sua tarefa é a promoção, proteção e apoio ao aleitamento materno. Para isso realiza diversas atividades, como a coleta, a pasteurização, o processamento, avaliação das características físico-químicas e microbiológicas do leite, e a distribuição final do leite pasteurizado.

A equipe da unidade realiza a captação de doadoras, atendimentos domiciliares, controle clínico das lactantes, auxilia na identificação da condição clínica dos receptores (bebês que serão alimentados com o leite coletado), orienta sobre o auto cuidado com a mama, cuidados necessários à posição e sucção do bebê), entre outros.

Segundo informações do coordenador do Banco de Leite, o nutricionista Jeferson Roberto Collevatti dos Anjos, com 250 ml de leite coletado é possível amamentar até 10 bebês prematuros, e por isso destaca a importância de aumentar as doações.  
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »