05/07/2024 às 17h20min - Atualizada em 09/07/2024 às 07h45min

E-commerce fatura R$ 254,4 bilhões no Brasil, mostra pesquisa

Confira a influência de cupons de descontos e da economia compartilhada para esse resultado

Alberto Santos
Freepik.

O setor de comércio eletrônico no Brasil atingiu um marco significativo em 2023, registrando um faturamento total de R$254,4 bilhões. Essa cifra representa um crescimento de 0,7% em comparação com 2022,, quando o setor havia enfrentado uma queda de 2,2% em relação a 2021. Os dados são provenientes da 49ª edição da pesquisa Webshoppers, conduzida pela NielsenIQ Ebit1.

 

Esse resultado demonstra a resiliência do e-commerce brasileiro, mesmo em meio a desafios econômicos e oscilações do mercado. A tendência de crescimento gradual reflete a importância, cada vez maior, do comércio online na vida dos consumidores, bem como a capacidade das empresas de se adaptarem às mudanças e inovações tecnológicas.

 

À medida que o cenário digital continua a evoluir, espera-se que o comércio eletrônico desempenhe um papel ainda mais relevante na economia brasileira, impulsionando a conveniência, a variedade de produtos e a experiência de compra dos consumidores. 

Impacto dos cupons de descontos 

 

Os cupons digitais têm um papel crucial no e-commerce global. Eles despertam o interesse dos consumidores, criando uma sensação de urgência e incentivando a ação imediata. Segundo estudo feito pela Cuponeria e Morning Consult, o uso de vouchers de desconto aumentou 8x durante a pandemia, impulsionado pelas dificuldades econômicas e mudança de hábitos causados pelo isolamento social.

 

Em meio a um cenário econômico dinâmico, os cupons de desconto e a economia compartilhada emergem como protagonistas na forma como consumimos e interagimos com produtos e serviços. Não por acaso, no Brasil temos alguns casos sobre a importância dessa união entre essas áreas em setores como transporte, hospedagem e consumo colaborativo como: 

 
  1. Airbnb: A plataforma de hospedagem colaborativa revolucionou o mercado, permitindo que pessoas compartilhem suas casas e experiências com viajantes de todo o mundo.

  2. Uber: O aplicativo de transporte compartilhado transformou a maneira como nos deslocamos, gerando renda para motoristas e oferecendo comodidade aos passageiros.

  3. Blablacar: A plataforma de caronas conecta pessoas que desejam viajar na mesma direção, otimizando o uso de veículos e reduzindo o impacto ambiental.

  4. OLX: O site de classificados permite que usuários comprem e vendam produtos usados, prolongando a vida útil dos itens e promovendo a sustentabilidade.

 

A combinação de cupons de desconto com a Economia Compartilhada representa uma nova era de consumo inteligente. À medida que nos tornamos mais conscientes e conectados, esses modelos econômicos continuarão a moldar nosso futuro, promovendo relações pessoais, sustentabilidade e inovação.


Notícia distribuída pela saladanoticia.com.br. A Plataforma e Veículo não são responsáveis pelo conteúdo publicado, estes são assumidos pelo Autor(a):
ALICE BATISTA DE ALMEIDA
[email protected]


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »