03/07/2018 às 14h40min - Atualizada em 03/07/2018 às 14h40min

Grupo de Natal (RN) apresenta espetáculo de teatro documental nesta sexta no Sesc Birigui

"Jacy", do grupo Carmin, aborda história real de mulher e ainda levanta temáticas em torno dos idosos; entrada é gratuita

Assessoria de Imprensa
Foto: Divulgação
Uma frasqueira encontrada no lixo com vestígios da história de uma mulher de 90 anos levou o grupo Carmin, de Natal (RN), a conduzir uma pesquisa que resultou no espetáculo de teatro documental Jacy. A peça será apresentada no Teatro do Sesc Birigui nesta sexta, dia 6, às 20h, com entrada gratuita. Os ingressos começam a ser distribuídos na Bilheteria do Sesc Birigui, às 19h.

Jacy é uma mulher comum nascida em 1920, que atravessou a 2ª Guerra Mundial e a ditadura no Brasil e esteve no centro de um importante conflito da política no Rio Grande do Norte, viveu um amor estrangeiro e terminou os seus dias sozinha em Natal. Seus pertences foram encontrados em 2010, dentro de uma frasqueira, abandonada na Av. Prudente de Morais, em Natal.

A história transformada em teatro foi escrita pelos filósofos Pablo Capistrano e Iracema Macedo, com dramaturgia de Henrique Fontes, que também assina a direção em uma montagem compartilhada com a atriz Quitéria Kelly, o cineasta Pedro Fiuza e o produtor Daniel Torres.

"O processo de criação foi muito rico e surpreendente. A investigação feita, a partir dos vestígios encontrados na frasqueira, revelaram fatos curiosos que têm ligação direta com a história de Natal e do Brasil desde a segunda guerra mundial, passando pela ditadura militar e o atual quadro político do RN", afirma Henrique Fontes.

Um assunto que perpassa toda a peça é a forma como a sociedade brasileira trata os mais velhos e suas histórias, além da cultura de supervalorização dos mais jovens.

Companhia - O Grupo Carmin surgiu em 2007 com a peça "Pobres de Marré", que circulou por mais de 20 festivais e mostras no Brasil e na França. O grupo desenvolve pesquisa em dramaturgia original, exclusão social urbana e Teatro Documentário. Em 2010, realizou o experimento cênico Olha a Água, a partir da obra "A Alma Boa de Setsuan", de Brecht. Em 2011 montou a peça para crianças Castelo de Lençóis. Em 2013 estreou JACY, seu trabalho de maior repercussão. Em 2015 estreou a peça "Por Que Paris?".

A programação completa de artes cênicas e outras áreas do Sesc Birigui pode ser obtida no Portal Sesc (www.sescsp.org.br/birigui
).
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »