24/05/2018 às 15h05min - Atualizada em 24/05/2018 às 15h05min

Peça baseada na história real de uma mulher de Natal (RN) será apresentada neste sábado no Sesc Birigui

Na linha do teatro documental, espetáculo "Jacy", do grupo Carmin, aborda ainda temáticas em torno dos idosos; entrada é gratuita

Assessoria de Imprensa
Uma frasqueira encontrada no lixo com vestígios da história de uma mulher de 90 anos levou o grupo Carmin, de Natal (RN), a conduzir uma pesquisa que resultou no espetáculo de teatro documental "Jacy". A peça será apresentada no Teatro do Sesc Birigui neste sábado, dia 26, às 20h, com entrada gratuita. Os ingressos começam a ser distribuídos na Bilheteria do Sesc Birigui, às 19h. 

Jacy é uma mulher comum nascida em 1920, que atravessou a 2ª Guerra Mundial e a ditadura no Brasil e esteve no centro de um importante conflito da política no Rio Grande do Norte, viveu um amor estrangeiro e terminou os seus dias sozinha em Natal. Seus pertences foram encontrados em 2010, dentro de uma frasqueira, abandonada na Av. Prudente de Morais, em Natal.

A história transformada em teatro foi escrita pelos filósofos Pablo Capistrano e Iracema Macedo, com dramaturgia de Henrique Fontes, que também assina a direção em uma montagem compartilhada com a atriz Quitéria Kelly, o cineasta Pedro Fiuza e o produtor Daniel Torres.

"O processo de criação foi muito rico e surpreendente. A investigação feita, a partir dos vestígios encontrados na frasqueira, revelaram fatos curiosos que têm ligação direta com a história de Natal e do Brasil desde a segunda guerra mundial, passando pela ditadura militar e o atual quadro político do RN", afirma Henrique Fontes. 

Um assunto que perpassa toda a peça é a forma como a sociedade brasileira trata os mais velhos e suas histórias, além da cultura de supervalorização dos mais jovens. 

Companhia - O Grupo Carmin surgiu em 2007 com a peça "Pobres de Marré", que circulou por mais de 20 festivais e mostras no Brasil e na França. O grupo desenvolve pesquisa em dramaturgia original, exclusão social urbana e Teatro Documentário. Em 2010, realizou o experimento cênico Olha a Água, a partir da obra "A Alma Boa de Setsuan", de Brecht. Em 2011 montou a peça para crianças Castelo de Lençóis. Em 2013 estreou JACY, seu trabalho de maior repercussão. Em 2015 estreou a peça "Por Que Paris?". 

A programação completa de artes cênicas e outras áreas do Sesc Birigui pode ser obtida no Portal Sesc (www.sescsp.org.br/birigui).
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »