08/05/2022 às 10h29min - Atualizada em 08/05/2022 às 10h29min

Instagram testa feed em tela cheia ao estilo TikTok

CanalTech
O Feed do Instagram pode passar por uma mudança radical em breve para deixá-lo com a cara do TikTok. Após passar a exibir vídeos curtos do Reels no local, o que ampliou o tamanho das publicações no feed, agora a rede social planeja ocupar a tela inteira com os posts.

A plataforma começou a fazer testes com um recurso que deixaria a experiência mais imersiva e similar aos vídeos verticais em full screen. Essa parece ser uma tentativa de dar mais ênfase para o Reels, sem abrir mão dos demais formatos consagrados.

No feed principal em tela cheia, o usuário ainda poderá usar a barra de navegação interior para acessar a guia de descoberta, Reels, compras e para navegar no seu próprio perfil. Os ícones para trocar de exibição (feed cronológico ou guiado por algoritmos), criar uma publicação, ver as notificações e navegar pelas mensagens diretas também seguem intactos na parte superior.

Curiosamente, o novo visual omite completamente a barra dos Stories, como já ocorre atualmente quando você rola a tela para baixo. A exibição do conteúdo temporário será mantida como é hoje, fixada no topo da página inicial e inacessível, a não ser que você role a tela para cima manualmente ou clique no ícone de casinha para retornar à home.

O Feed do Instagram pode ficar mais parecido com o Reels, com publicações em tela cheia (Imagem: Divulgação/Instagram)

O Feed do Instagram pode ficar mais parecido com o Reels, com publicações em tela cheia (Imagem: Divulgação/Instagram)


Stories, Feeds e Reels se mantém iguais
É importante manter os Stories porque o formato ainda é o mais lucrativo para a rede e com maior taxa de engajamento para usuários. Assim como no feed tradicional, o local é comercializado para fins de publicidade, coisa que o Reels ainda não é.

O visual dá um toque de modernidade à aparência tradicional do Insta ao mesmo tempo em que introduz um formato mais familiar aos jovens da rede social chinesa. Segundo a Meta, hoje, os vídeos curtos já correspondem a cerca de 20% do tempo que as pessoas passam no aplicativo. No Facebook, os vídeos de todos os tipos são responsáveis por 50% do tempo em que os usuários ficam na plataforma.

Por enquanto, ainda não foi divulgado quando esse formato chegará à versão definitiva do Instagram. É provável que a plataforma faça testes por algumas semanas, receba os feedbacks e tome a decisão se vai implantá-lo para todos os usuários.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »