21/04/2022 às 17h35min - Atualizada em 21/04/2022 às 17h35min

Como clarear a pele do rosto com manchas? Dermatologista dá 4 dicas

Beleza extraordinária
Foto: Imagem Ilustrativa
As manchas no rosto são mais comuns do que as pessoas imaginam, elas podem surgir por diversos fatores como por conta da exposição solar sem proteção, marcas de nascença ou resultados de marcas de acne. Na maioria dos casos é possível clarear as manchas do rosto e para dar mais detalhes sobre como essas manchas podem ser clareadas a Dra. Fabiana Wanick, Membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e Cirurgia Dermatológica, separou algumas dicas.

“Existem manchas que estão na epiderme e aquelas manchas que estão na derme. As manchas podem aparecer com exposição solar sem a proteção facial, algumas manchas nascem com a gente, tem manchas por feridas ou marcas de acne. O ideal é você saber o tipo de mancha que você tem para entender se tem jeito ou não e qual a melhor maneira de tratar”, esclarece a dermatologista.

Dessa forma é necessário consultar um profissional para entender qual o tipo de mancha presente no seu rosto e entender os melhores tratamentos para esse tipo de manchas. Porém, alguns tratamentos são mais comuns para clarear manchas, separamos mais informações sobre cada um para você entender algumas das principais alternativas para clarear as manchas do rosto.


1- Aposte no protetor solar facial
O protetor solar facial é um cuidado diário necessário para a saúde do rosto, isso porque o protetor solar facial consegue proteger a pele da ação dos raios solares que podem incentivar o aparecimento de manchas, linhas de expressão e até o câncer de pele. Por isso, o uso diário do protetor solar é capaz de criar uma camada protetora na pele que impede o aparecimento de manchas no rosto e a intensificação de manchas já existentes.

“O protetor solar facial deve ser usado todos os dias. E esse cuidado é necessário caso você esteja exposto a qualquer tipo de luz, seja luz do computador, dos ambientes, luz do sol. Além disso, é importante reaplicar o filtro de três em três horas para garantir a proteção solar completa”, explica a Dra. Fabiana Wanick.

A dermatologista ainda destaca a importância de usar o protetor solar facial diariamente para obter resultados visíveis com o tratamento de clareamento da pele. “O uso do protetor solar facial todos os dias é fundamental. Não adianta você clarear a pele com tratamentos à noite e de manhã andar sem protetor solar facial, você vai acabar sem efeito nenhum. Então o protetor solar facial é fundamental no tratamento de clareamento das manchas da pele”.

O uso diário de protetor solar facial é essencial para a rotina de skincare, pensando nisso, a linha UV Defender conta com protetores solares faciais enriquecidos com ácido hialurônico para proporcionar ação protetora e hidratante para sua pele. 

2- Utilize produtos com ativos clareadores
Uma forma de clarear as manchas da pele é através do uso de produtos que contenham ativos dermatológicos clareadores. Esses ativos devem ser indicados por um dermatologista para garantir a melhor escolha a combinação para cada tipo de pele, eles podem ser adicionados no gel de limpeza, no sérum facial ou no protetor solar e ser incluídos na rotina de skincare.

“O ativo para sua pele vai depender do tipo de mancha que você tem e da sensibilidade da sua pele. Existem diferentes clareadores com diferentes mecanismos de ação. O ideal é escolher ativos que não tenham um alto grau de sensibilidade quando em contato com a pele, por exemplo, pela manhã é recomendado utilizar ativos mais leves como antioxidantes quanto à noite podem ser utilizados ácidos”, explica a dermatologista.

“Para escolher é necessário analisar o grau de sensibilidade da pele, a disciplina da pessoa e se ela consegue ficar longe ou não da radiação solar ou dos outros raios que podem produzir manchas”, conclui. Dessa forma é importante associar o uso de ativos clareadores com o uso diário do protetor solar facial para criar um tratamento completo.


3- Aposte no peeling
Outra forma de promover o clareamento das manchas e a uniformização do tom e da textura da pele é através do peeling. O peeling é caracterizado por uma descamação controlada da pele que tem como objetivo renovar a pele, ele pode ser classificado como peeling físico, através de produtos que contenham pequenas granulações, ou peeling químico, com ativos dermatológicos que tenham essa ação como é o caso do ácido salicílico.

A dermatologista alerta para a frequência e os cuidados ideais para quem pretende clarear a pele através do peeling facial. “Normalmente as pessoas que têm manchas no rosto apresentam mais sensibilidade na pele, então fazer um peeling muito agressivo, ou com uma frequência muito curta, pode aumentar a sensibilidade da pele e piorar as manchas”.

“Eu acho que o melhor é fazer peelings seriados, quer dizer mais de uma vez, e como a frequência que pode variar a cada 15 dias ou a cada 30 dias e sempre peeling superficial. Eu recomendo fazer de três a cinco peelings e de preferência em uma época em que não seja tão quente, preferencialmente durante o inverno. E obvio, usar protetor solar facial e produtos hidratantes nos dias subsequentes para poder ter um resultado de recuperação da pele rápido e não ter risco de piorar as manchas”, completa a dermatologista.

4- Se necessário, consulte um dermatologista
Para entender a melhor forma de clarear as manchas do seu rosto é importante consultar um dermatologista pois dessa forma será prescrito os melhores cuidados de acordo com o seu tipo de pele e seu tipo de manchas. “Sempre que você tiver alguma alteração na sua pele ou se você tem uma coisa na sua pele que te chama atenção ou que você tem curiosidade, você quer saber o que é o melhor é consultar um dermatologista”, destaca a Dra. Fabiana Wanick.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »