15/05/2018 às 15h28min - Atualizada em 15/05/2018 às 15h28min

Aluno hackeia professores e invade sistema da escola para alterar notas

Foto:Divulgação

Um estudante de 16 anos da Califórnia, nos Estados Unidos, foi preso depois de hackear seus professores para alterar suas notas. À polícia, ele disse que a invasão foi “fácil como roubar doce de criança“.

A fraude foi descoberta em uma operação que envolveu até o Serviço Secreto dos EUA. David Rotaro utilizou o phishing, uma das técnicas mais populares entre os criminosos virtuais. O aluno criou um falso e-mail que direcionou as vítimas a um falso site que se parecia bastante com o da escola. Ao inserir seus nomes de usuário e senhas, os professores acabaram fornecendo os dados para o hacker.

De acordo com a polícia, pelo menos um dos professores caiu no golpe, o que possibilitou ao aluno o acesso ao sistema de notas. Ele alterou as notas de 10 a 15 estudantes, aumentando e diminuindo as médias de determinadas pessoas.

A polícia descobriu o golpe e passou a investigar o caso. “Foi um trabalho à moda antiga de detetive”, explica o sargento Carl Cruz, que investiga crimes financeiros locais. Ao identificar o IP do garoto, eles foram até sua casa com um mandado de busca e um cachorro, que conseguiu farejar um pen drive que estava escondido em uma caixa de lenços.

Rotaro assumiu a autoria no crime e foi preso, mas vai esperar pelo julgamento em liberdade.
 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »