08/03/2022 às 09h19min - Atualizada em 08/03/2022 às 09h19min

DESCOBERTA A MAIOR BACTÉRIA DO MUNDO, QUE PODE SER VISTA A OLHO NU

Batizada de Thiomargarita magnifica, ela é tão grande que contradiz a clássica definição de micróbio

History
A microbióloga mexicana Silvina González Rizzo, da Universidade das Antilhas, na França, identificou a maior bactéria do mundo, que pode alcançar dois centímetros de comprimento. Segundo os pesquisadores, ela é grande o suficiente para ser observada a olho nu. Isso contradiz a definição clássica de micróbio como sendo um organismo unicelular que somente pode ser visto com microscópio.

Bactéria desafia paradigmas
A impressionante bactéria foi descoberta em um manguezal da ilha francesa de Guadalupe, no mar do Caribe. Ela foi batizada com o nome de Thiomargarita magnifica, em alusão ao seu tamanho, que é exageradamente grande quando comparado à média desse tipo de organismo, que apresentam cerca de dois milésimos de milímetro. Mas há exceções: anteriormente já haviam sido descobertas bactérias com cerca de um centímetro.

Silvia G. Acinas, do Instituto Ciências do Mar, em Barcelona, afirmou que se trata de “uma descoberta incrível que desafia vários paradigmas da biologia”, e não somente pelo tamanho da bactéria. Isso porque ela contém quase 12 mil genes, o triplo da quantidade normal, e carrega quase meio milhão de cópias desse genoma, que é um número “sem precedentes”, segundo os pesquisadores.

Cientistas como o biólogo japonês Kazuhiro Takemoto sugerem que a nova bactéria pode ser “um elo perdido na evolução de células complexas”. Já o biólogo Iñaki Ruiz, do Instituto de Biologia Evolutiva de Barcelona, acreditam que não se trata de um elo perdido, mas de uma linhagem que evoluiu nos mangues das Antilhas. Inclusive, os autores da descoberta especulam que essa mesma evolução possa acontecer em outras bactérias que não foram encontradas pela ciência simplesmente porque ninguém suspeitava da sua existência. 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »