15/02/2022 às 17h11min - Atualizada em 15/02/2022 às 17h11min

Após 27 anos, Williams vai retirar logo de Senna de carros e macacões

Assessoria de imprensa
Estátua de Ayrton Senna no local onde ele morreu em um acidente no circuito de Ímola em 1994
A Williams decidiu remover os logos que homenageiam o piloto brasileiro Ayrton Senna de seus carros a partir desta temporada, rompendo com o passado e embarcando em uma nova era.

O tricampeão da categoria, celebrado e respeitado como um dos maiores talentos que o esporte já viu, foi morto enquanto corria pela equipe inglesa em 1994 no circuito de Ímola, em sua terceira corrida como piloto da Williams.

Os carros da escuderia já levaram várias versões do logo do lendário brasileiro, desde sua marca registrada, o "S" do Senna, a edições especiais de adesivos todos os anos, desde 1995.
"A decisão é porque queremos avançar para o futuro", disse o diretor da equipe Jost Capito a jornalistas pouco depois da equipe revelar seu novo macacão para a temporada de 2022.

"Temos uma nova era, um novo carro e também reformamos nosso museu, onde temos uma área especial para celebrar Ayrton", disse Capito. "Tivemos que olhar para o futuro agora, e vamos deixar de mostrar o 'S' para os pilotos o tempo todo, para que eles não entrem no carro e sejam lembrados do que aconteceu."

Capito disse que a Williams, que também contou com o sobrinho do piloto brasileiro Bruno Senna por uma temporada em 2012, não discutiu a mudança com a família de Senna.

Mas ele disse que a escuderia quer trabalhar mais de perto com o Instituto Ayrton Senna, uma organização filantrópica estabelecida pela irmã de Senna, Viviane, em 1994.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »