24/01/2022 às 21h14min - Atualizada em 24/01/2022 às 21h14min

Conselho Municipal dos Direitos da Mulher de Birigui recebe inscrições para novos membros

Assessoria de Imprensa
Foto: Divulgação
O CMDM (Conselho Municipal dos Direitos da Mulher) de Birigui está recebendo indicações de representantes da sociedade civil e de grupos de mulheres da comunidade, devidamente constituídos no município, para compor a nova gestão do conselho no biênio 2022-2024.

As inscrições deverão ser feitas até o dia 3 de fevereiro na Secretaria de Assistência Social, na rua Roberto Clark, 543, Centro, mediante entrega da ficha de inscrição devidamente assinada pelo superior hierárquico. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (18) 3644-9014.

Para pleitear a vaga, o candidato deve representar um dos segmentos que constitui o conselho: organização da sociedade civil (1 vaga); Ordem dos Advogados do Brasil (1 vaga); grupo de mulheres da comunidade (2 vagas); instituição de ensino superior ou técnico (1 vaga) e entidade sindical (1 vaga).

ELEIÇÃO

Conforme o edital publicado nesta segunda-feira (24) no Diário Oficial do município, a assembleia geral ordinária para a eleição dos seis membros titulares e suplentes da sociedade civil acontecerá no dia 10 de fevereiro, a partir das 8h, na sala de reuniões da Secretaria de Assistência Social.

O Conselho dos Direitos da Mulher é composto ainda por seis membros titulares e suplentes do poder público, indicados diretamente pelos secretários municipais das secretarias de Assistência Social, Saúde, Cultura e Turismo, Desenvolvimento Econômico, Educação e Esportes.

Os conselheiros não receberão remuneração pelas suas atividades, sendo os serviços prestados ao conselho considerado de relevante interesse público. Os inscritos devem estar dotados de autonomia e disponibilidade para participar das reuniões do CMDM, que ocorrem uma vez por mês no período da manhã.

O CONSELHO

O CMDM é um órgão colegiado, cuja finalidade é formular diretrizes e propor em todos os níveis de atuação atividades que visem a defesa dos direitos da mulher, a eliminação das discriminações que a atinjam, bem como a sua plena integração na vida socioeconômica, política e cultural.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »