13/10/2021 às 20h08min - Atualizada em 13/10/2021 às 20h08min

Governo de SP promove novo ‘Dia V’ de vacinação neste sábado (16)

Mobilização para aplicação de 2ª dose e dose adicional contra a COVID-19 permite ainda que crianças e adolescentes atualizem carteirinha

Governo do Estado de São Paulo
Foto: Divulgação
O Governador João Doria anunciou nesta quarta-feira (13) que o Governo de SP promoverá neste sábado (16), em parceria com os 645 municípios do estado, um novo Dia V de vacinação, com duas frentes principais: aplicação da segunda dose e da dose adicional contra a COVID-19 e atualização da carteirinha de crianças e adolescentes que integram tanto a campanha contra o coronavírus quanto a de multivacinação.

“Vamos promover uma nova data especial de vacinação, o Dia V, de vacina, de vida, contra a COVID-19 no sábado, dia 16 de outubro. Essa é uma grande oportunidade para as pessoas que ainda não tomaram a segunda dose fazerem isso com calma e com tempo”, disse Doria.

Na data, mais de 5 mil postos estarão abertos das 7h às 19h. A população deve consultar a programação e horários de funcionamento dos postos de sua cidade.

Atualmente, há 4,1 milhões de pessoas que estão com a segunda dose contra a COVID-19 atrasada. Entre elas, estão 2,1 milhões de pessoas que precisam concluir esquemas vacinais com doses da Pfizer, número que foi impactado com a antecipação de 12 para 8 semanas no intervalo entre primeira e segunda dose.

A medida já beneficia parte dos 3,2 milhões de adolescentes de 12 a 17 anos que começaram a ser imunizados em agosto e podem concluir seus esquemas a partir deste mês. O balanço de faltosos inclui ainda 915 mil que precisam receber a segunda dose da Coronavac e 1 milhão da Astrazeneca.

“O foco dessa vacinação é na segunda dose que está atrasada, tanto para os adultos como para adolescentes. Com o aporte financeiro do Governo do Estado de SP, os 645 municípios também poderão colocar em dia a vacinação no registro da plataforma Vacivida”, destacou a coordenadora geral do Plano Estadual de Imunização (PEI), Regiane de Paula.

As prefeituras também poderão aplicar a dose adicional em idosos e profissionais de saúde que tomaram a segunda dose até abril e já estão aptos a receber o reforço – aplicado após seis meses da conclusão do esquema vacinal.

Para garantir o funcionamento e a disponibilidade de equipe completa nas unidades no decorrer do sábado, a Secretaria de Estado da Saúde disponibilizará um recurso financeiro aos profissionais de saúde dos municípios.

As prefeituras também poderão aproveitar a ocasião para atualizar a plataforma Vacivida, permitindo que a rede registre os dados de já vacinados que eventualmente ainda não foram cadastrados no sistema.

No decorrer da campanha de imunização contra COVID-19, o Estado de São Paulo já aplicou cerca de 70 milhões de doses e ultrapassou a meta de 90% de cobertura entre as pessoas com idade acima de 45 anos. Considerando toda a população adulta, 99,3% já receberam ao menos uma dose e 80,5% concluíram o esquema vacinal. Além disso, mais de 310 mil adolescentes e jovens na faixa de 12 a 19 anos já estão com a proteção completa.

Campanha de Multivacinação

Seis a cada 10 crianças e adolescentes que compareceram aos postos desde o dia 1º de outubro estavam com vacinas atrasadas. É o que mostra o balanço das duas primeiras semanas da campanha de multivacinação, focada na atualização em carteirinhas desde recém-nascidos até adolescentes de 15 anos. Até o momento, 112,3 mil menores compareceram aos postos e, destes, 69 mil receberam ao menos uma vacina.

A estratégia oferece 16 tipos de vacinas que protegem contra cerca de 20 doenças, melhorando coberturas vacinais que têm oscilado nos últimos anos. Assim, os pais ou responsáveis devem levar os menores ao posto mais próximo com a carteira de vacinação em mãos para que um profissional avalie quais doses precisarão ser aplicadas, tanto para eventual situação de atraso, falta ou necessidade de reforço. A multivacinação vai até 29 de outubro e também será realizada neste Dia V (16).
Com avanço da vacinação contra COVID-19, SP baixa para 4 mil internados

O Estado de São Paulo registra nessa quarta (13) a marca de 4 mil pessoas internadas em Enfermarias e Unidades de Terapia Intensiva pela Covid-19: são 4.074 pacientes, sendo 1.960 em UTIs e 2.114 em leitos clínicos. A redução é fruto do avanço da vacinação, com mais de 80% dos adultos com esquema vacinal completo (confira estatísticas no site https://www.vacinaja.sp.gov.br/).

Os dados atuais de hospitalização pela doença são similares aos verificados na primeira semana de monitoramento do impacto da pandemia na rede hospitalar de São Paulo, realizado por meio do Censo Covid-19, criado pela Secretaria de Estado da Saúde para esta finalidade.

O número global de internados, hoje, é quase oito vezes menor que o registrado no pico da segunda onda, que chegou a ultrapassar 31 mil pacientes com a doença.

As taxas de ocupação dos leitos de UTI também estão entre as menores da história da pandemia, com 29,4% no estado e 36,8% na Grande São Paulo.

No decorrer da pandemia, até o momento, houve 4.384.416 casos, dos quais 4.209.713 já estão recuperados, incluindo 452.552 que foram internados e receberam alta hospitalar. Houve também 150.835 óbitos.

O detalhamento dos dados da pandemia está disponível no site www.saopaulo.sp.gov.br/coronavirus.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »