06/10/2021 às 19h39min - Atualizada em 06/10/2021 às 19h39min

Condeca orienta entidades sobre abertura de edital

Câmara Municipal de Araçatuba
Foto: Angelo Cardoso
Representantes de entidades de Araçatuba e região que atuam na defesa dos direitos de crianças e adolescentes se reuniram hoje (06), pela manhã, na Câmara Municipal, durante evento técnico promovido pelo Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente do Estado de São Paulo (Condeca). Os vereadores Nelsinho Bombeiro (PV) e Coronel Guimarães (PSL) participaram do encontro.

Por aproximadamente duas horas, o conselheiro estadual Robson Candiani detalhou etapa por etapa o processo de inscrição de projetos para captação de recursos financeiros do Fundo Estadual dos Direitos da Criança e Adolescente, gerenciados pelo Condeca.

O próximo edital deverá ser publicado em breve e tem como objetivo fomentar o financiamento de projetos de inclusão social voltados para a proteção e o desenvolvimento integral de crianças e adolescentes em território paulista. No ano passado, cerca de R$ 60 milhões foram destinados para as organizações e prefeituras em todo o Estado.

De acordo com Candiani, podem concorrer aos recursos previstos no Edital 2021/2022 as organizações da sociedade civil que atuam no segmento de criança e adolescente, além de prefeituras.

Cada organização poderá inscrever até três projetos que contemplem programas de promoção, proteção e defesa de direitos de crianças e adolescentes em conformidade com as políticas públicas voltadas a esse público.

Autor do pedido para viabilização do encontro técnico em Araçatuba, o vereador Nelsinho Bombeiro fez um balanço positivo dos trabalhos.

“Nosso gabinete foi procurado por diversas entidades assistenciais que não obtiveram recursos do Fundo porque encontraram dificuldades para entender os editais e, consequentemente, não foram contemplados, explicou o vereador Nelsinho Bombeiro.

“Com as orientações repassadas pelo conselheiro Robson Candiani, muitas dúvidas foram sanadas e os representantes das entidades terão condições de elaborar os projetos em conformidade com as exigência do edital”, ponderou Nelsinho.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »