05/10/2021 às 18h20min - Atualizada em 05/10/2021 às 18h20min

Araçatuba prepara políticas públicas para promoção da acessibilidade

PMA
Foto: Divulgação
Tornar Araçatuba uma cidade totalmente acessível para as pessoas com deficiência. Este é o principal objetivo de uma iniciativa que a Prefeitura de Araçatuba, com apoio da Câmara, está realizando em parceria com as entidades e voluntários.

Nesta terça-feira (5) foi realizada uma reunião no Paço Municipal para discussão das estratégias a serem adotadas. O secretário de Mobilidade Urbana, Marcelo Pereira dos Reis, ouviu as sugestões apresentadas pelos cidadãos e também anunciou a inscrição de Araçatuba no programa “Cidade Acessível”, que prevê parcerias entre as prefeituras e o Governo do Estado para aquisição de equipamentos e desenvolvimento de obras que promovam a inclusão e a acessibilidade. O Estado fará um investimento total de R$ 110 milhões no novo programa.

Para que Araçatuba possa fazer parte deste programa, será reativado o Conselho Municipal para Assuntos da Pessoa com Deficiência, que ficou inativo durante a pandemia. Para isso, Reis afirmou que será feita uma atualização da lei, com ampliação de representatividade.


A psicóloga e funcionária pública Fernanda Fernandes Gonsalez de Oliveira, que é deficiente visual, destacou que é importante que Araçatuba desenvolva uma cultura de acessibilidade. Ela, que contou que já deixou de ser atendida em lojas da cidade por causa da deficiência, sugeriu que sejam realizados seminários com a comunidade sobre o assunto.

Destacando que as barreiras físicas são as menos difíceis de serem vencidas, Fernanda propôs reuniões públicas com profissionais como engenheiros, arquitetos, professores e representantes do comércio para falar e discutir a acessibilidade.

O secretário de Comunicação Social da Prefeitura, Jonathas Henrique Magalhães, afirmou que a administração já está preparando um novo site com recursos de acessibilidade. Também enfatizou que a Prefeitura vai fazer uma campanha publicitária para ajudar na criação desta cultura de acessibilidade.


O assessor executivo da secretaria de Planejamento Urbano e Habitação, Claudiocir Fernandes disse que o município já tem acompanhado as exigências de acessibilidade na cidade. Ele também comentou que todas as escolas da cidade têm equipamentos que garantam o acesso a todos.

Representando a Câmara, o vereador Arnaldinho afirmou que o Legislativo iniciará um estudo para aperfeiçoamento das leis que garantam a acessibilidade.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »