29/07/2021 às 12h49min - Atualizada em 29/07/2021 às 12h49min

Olimpíada: Brasil engata a terceira vitória seguida no vôlei feminino

Brasileiras venceram o Japão por 3 sets a 0

Agência Brasil
Foto: Wander Roberto/COB
A seleção brasileira de voleibol feminino conquistou nesta quinta-feira (29) a terceira vitória consecutiva na Olimpíada de Tóquio. As brasileiras venceram o Japão por 3 sets a 0, com parciais 25/16, 25/18 e 26/24. A partida foi realizada na Arena de Ariake, na capital Tóquio.

Foto: Wander Roberto/COB

Foto: Wander Roberto/COB


Invicto na competição, o Brasil já havia derrotado a Coreia do Sul por 3 sets a 0 (25/10, 25/22 e 25/19) e República Dominicana por 3 sets a 2 (22/25, 25/17, 25/13, 23/25 e 15/12).

Com este resultado, a seleção brasileira está na segunda colocação do Grupo A. A primeira colocada da chave é a Sérvia, que venceu as três primeiras partidas por 3 sets a 0 (República Dominicana, Japão e Quênia). Na próxima rodada, no sábado (31), o Brasil vai encarar as líderes do grupo às 4h25 (horário de Brasília), na Arena de Ariake.

O torneio olímpico de vôlei feminino é composto por 12 seleções divididas em dois grupos de seis times. No Grupo A temos Sérvia, Brasil, Japão, Coreia do Sul, República Dominicana e Quênia. Já o Grupo B é formado por Itália, Estados Unidos, Turquia, Comitê Olímpico da Rússia, China e Argentina. As quatro primeiras colocadas de cada chave avançam às quartas de final.

Dupla brasileira perde para suíças e buscará bronze no tênis

Foto: Reuters/Edgard Garrido

Foto: Reuters/Edgard Garrido


As brasileiras Laura Pigossi e Luisa Stefani foram derrotadas nesta quinta-feira (29) pela dupla suíça formada por Belinda Bencic e Viktorija Golubic e disputarão a medalha de bronze na Olimpíada de Tóquio.

Laura e Luisa perderam em dois sets com parciais de 7/5 e 6/3 na semifinal do torneio olímpico de duplas femininas de tênis no Parque Ariake.

As brasileiras cometeram quatro duplas faltas, contra nenhuma das adversárias, e oito erros não forçados, contra seis das rivais.

Laura e Luisa, que com a classificação à semifinal igualaram a melhor campanha do tênis brasileiro em uma Olimpíada - a quarta posição de Fernando Meligeni em Atlanta 1996 - buscarão o bronze e superar a melhor campanha do tênis nos Jogos contra as russas Veronika Kudermetova e Elena Vesnina, que também nesta quinta (29) foram derrotadas pela dupla da República Tcheca, formada por Barbora Krejcikova e Katerina Siniakova.

A dupla suíça, algoz das brasileiras, disputará o ouro com as tchecas.

Alison e Álvaro vão às oitavas no vôlei de praia

A dupla Alison e Álvaro Filho venceu nesta quinta-feira (29) os holandeses Robert Meeuwsen e Alexander Brouwer por 2 sets a 0, com parciais de 21/14 e 24/22. A partida foi disputada no Parque Shiozake, na capital japonesa. O triunfo selou a classificação dos brasileiros às oitavas de final do vôlei de praia da Olimpíada de Tóquio.

Foto: PILAR OLIVARES

Foto: PILAR OLIVARES


Com esta vitória, Alison e Álvaro Filho vão aguardar os resultados das partidas de amanhã (30) para saber quem enfrentarão na fase mata-mata. A dupla nacional se recuperou, já que perdeu na última rodada para os norte-americanos Phil Dalhausser e Nick Lucena por 2 sets a 1 (22/24, 21/19 e 13/15). Na estreia, eles derrotaram os argentinos Julián Azaad e Nicolas Capogrosso por 2 sets a 0 (parciais de 21/16 e 21/17).

O jogo
O confronto começou favorável para os holandeses, que abriram três pontos de vantagem (5 a 2). O Brasil conseguiu a igualar quando fez 7 a 7. No decorrer do duelo, Alison e Álvaro subiram de produção e fizeram 18 a 13. Na sequência, eles fecharam o primeiro set por 21 a 14.


O segundo set foi bem mais apertado. Até 10 a 10, a maior diferença foi para Brouwer e Meeuwsen, que fizeram 8 a 6. A disputa foi acirrada até Alison e Álvaro fecharem o marcado em 24 a 22.

Ágatha e Duda avançam às oitavas no vôlei de praia

Ágatha e Duda sabiam que precisavam vencer para continuar em busca da medalha olímpica no vôlei de praia na Olimpíada de Tóquio. E a dupla brasileira conseguiu o objetivo nesta quinta-feira (29), quando derrotou as canadenses Heather Bansley e Brandie Wilkerson por 2 sets a 0, com parciais de 21/18 e 21/18. O duelo foi realizado no Parque Shiokaze, na capital Tóquio.

Foto: Wander Roberto/COB

Foto: Wander Roberto/COB


Com esta vitória, Ágatha e Duda vão aguardar os resultados das partidas de amanhã (30) para saber quem enfrentararão nas oitavas de final. O time nacional se recuperou na competição, já que na última rodada havia perdido para as chinesas Wang e Xia por 2 sets 0 (21/18 e 21/14). Elas ainda duelaram na estreia com as argentinas Ana Gallay e Fernanda Pereyra por 2 sets a 0 (parciais de 21/19 e 21/11).

 
Foto: PILAR OLIVARES

Foto: PILAR OLIVARES


O jogo

As canadenses começaram melhor a partida, abrindo dois pontos de vantagem (3 a 1). Mas as brasileiras reagiram rapidamente e empataram de 4 a 4. O confronto ficou equilibrado até 11 a 11. Em seguida, Ágatha e Duda fizeram 13 a 11 no marcador. A diferença ficou ainda melhor quando o Brasil abriu três pontos (17 a 14) de Bansley e Wilkerson. Quando o duelo parecia controlado, a dupla nacional sofreu o empate (17 a 17). No entanto, na sequência, o primeiro set acabou com 21 a 18 no placar.

Foto: PILAR OLIVARES

Foto: PILAR OLIVARES


No segundo set aconteceu o contrário da etapa inicial. Ágatha e Duda fizeram 2 a 0 e cederam o empate (2 a 2). O Brasil conquistou vantagem de dois pontos somente quando fez 14 a 12. Em seguida, as brasileiras cresceram no jogo e conseguiram 18 a 13. Com cinco pontos de vantagem, a dupla do Brasil conduziu o confronto com segurança até o final, cravando 21 a 14.
 
 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »