23/04/2018 às 11h57min - Atualizada em 23/04/2018 às 11h57min

Com meta de imunizar 24 mil pessoas, vacinação contra a gripe começa na rede pública de Birigui

Assessoria de Imprensa
Foto:Divulgação

Começou nesta segunda-feira, dia 23 de abril, a 20ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe. A meta da Secretaria Municipal de Saúde de Birigui é imunizar gratuitamente 24.360 mil pessoas, o que corresponde a 100% dos grupos prioritários, até o dia 1º de junho, quando se encerra a campanha.

Devido a entrega parcelada da vacina influenza, a Vigilância Epidemiológica informou que a imunização acontecerá em três etapas. A partir desta segunda, as doses estão disponíveis nas dez UBSs (Unidades Básicas de Saúde) do município para os idosos acima de 60 anos e os profissionais da área da saúde.

A segunda etapa da vacinação terá início no dia 2 de maio para crianças de seis meses a menores de cinco anos, gestantes e puérperas (até 45 dias após o parto). A terceira etapa começa a partir do dia 9 de maio para professores e portadores de doenças crônicas não transmissíveis. Este público deve apresentar prescrição médica no ato da vacinação.

Já no dia 12 de maio, um sábado, haverá o dia D de mobilização nacional. Todos os postos de saúde, Vigilância Epidemiológica e a escola Yvonne Miragaia Peruzo – no bairro Portal da Pérola 2 – estarão abertos das 8h às 17h para imunizar todas as pessoas que fazem parte do público-alvo. É importante levar carteirinha de vacinação ou um documento pessoal com foto.

PREVENÇÃO

A diretora da Vigilância Epidemiológica, Mauricéia Bruna Alves Gonçalves, explica que a vacina é segura e é aplicada com o objetivo de reduzir internações e complicações que podem gerar casos graves da doença ou até mesmo óbitos entre a população-alvo. A vacina protege contra o H1N1 e H3N2, subtipos do vírus influenza A, e contra influenza B.

Conforme o Ministério da Saúde, a transmissão dos vírus influenza acontece por meio do contato com secreções das vias respiratórias, eliminadas pela pessoa contaminada ao falar, tossir ou espirrar. Também ocorre por meio das mãos e objetos contaminados, quando entram em contato com mucosas (boca, olhos, nariz).

O Ministério da Saúde orienta a população em geral a adotar cuidados simples como medida de prevenção para evitar a doença, como: lavar as mãos várias vezes ao dia; cobrir o nariz e a boca com lenço descartável ou o braço ao tossir ou espirrar; não compartilhar objetos de uso pessoal; além de evitar locais com aglomeração de pessoas.
 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »