20/04/2018 às 15h18min - Atualizada em 20/04/2018 às 15h18min

Regulamentos de 2021 acabariam com o “desnível” do grid da F1

Por Gabriel Gavinelli
F1 Mania
Foto: GREG BAKER / AFP
A visão da Fórmula 1 para sua revisão dos regulamentos em 2021 tem o propósito de acabar com a diferença entra as maiores equipes do grid e o pelotão intermediário. A Liberty Media e a FIA apresentaram propostas para as equipes no início deste mês no Bahrain, incluindo um limite de custo sugerido e uma modificação de como os fundos serão distribuídos.

Mercedes, Ferrari e Red Bull são as únicas que venceram um GP desde 2013, enquanto a quarta melhor equipe da temporada passada, a Force India, nem sequer conseguiu um pódio em 2017.

Otmar Szafnauer, chefe de operações da Force India, disse que os planos de 2021 “devem acabar com os dois níveis”, que separam as três principais equipes, além de McLaren e Renault, da Williams, Toro Rosso, Sauber, Haas e Force India.

“Os níveis são definidos pelo seu orçamento”, disse Szafnauer. “O que nos restringe é o orçamento que temos para nos permitir muitas experiências em produzir o que seria ideal.

“Se você tiver o dinheiro, terá as peças amanhã. Você terá uma base de fornecedores maior ou comprará a máquina para fazer isso.

“Quando o limite de custo chega e todos nós estamos gastando a mesma quantia, todas essas ‘visões’ vão embora. Isso deve juntar o grid”.

O chefe da Mercedes, Toto Wolff, disse que o limite orçamentário proposto de US $ 150 milhões não é viável para as grandes equipes da F1, com sua equipe, Ferrari e Red Bull gastando mais do que o dobro disso em 2017.

Szafnauer discordou, citando a capacidade da Force India de terminar na quarta posição dois anos seguidos com um orçamento abaixo do limite de custo sugerido e o menor gasto das 10 equipes.

“O número que eles dizem é insensato”, disse ele. “Nos últimos dois anos, ficamos na quarta posição e gastamos significativamente menos do que essa meta.

“Você precisa se comprometer. Talvez o compromisso certo seja todos estarem igualmente felizes ou igualmente infelizes.

“Para nós, idealmente, o alvo deve ser menos, mais isso seria injusto para outras pessoas”.

A F1 definiu o mês de maio para estabelecimento das especificações de motor a partir de 2021, mas os elementos restantes, como um limite orçamentário, levarão mais tempo para serem definidos. Espera-se que os orçamentos de motores (das fabricantes), os gastos com marketing das equipes e os salários dos pilotos sejam uma figura independente.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »