16/06/2021 às 15h35min - Atualizada em 16/06/2021 às 15h35min

"Miss Hitler" é alvo de operação contra neonazistas na Itália

Grupo é suspeito de promover propagandas de conteúdo racista e de incitar a violência contra judeus e imigrantes

HISTORY
Um grupo neonazista foi alvo de uma operação da polícia da Itália. Os membros da organização são suspeitos de promover propagandas de conteúdo racista e de incitar a violência contra judeus e imigrantes. Entre os alvos das autoridades está Francesca Rizzi, que venceu um concurso de "Miss Hitler" em 2019.

Grupo de Miss Hitler teria planejado atentado
Francesca e mais 11 pessoas são acusadas de integrar um grupo antissemita chamado Ordine Ario Romano (Ordem Ariana Romana, em tradução livre).  Todos deverão responder por formação de quadrilha e incitação à violência étnica e religiosa. De acordo com a polícia, o grupo estaria planejando um atentado contra um edifício da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan).

As atividades do grupo são investigadas desde 2019. Segundo o Ministério Público da Itália, a organização mantinha páginas no Facebook e na rede social russa VK, nas quais eram publicados conteúdos racistas e teorias da conspiração. Os alvos da operação estão espalhados em diversas regiões da Itália, entre elas Lázio, Sardenha, Calábria e Lombardia.

Apesar das acusações, nenhum dos membros do grupo foi preso. Eles terão que se apresentar regularmente à Justiça italiana. Segundo os investigadores, a "Miss Hitler" Francesca também mantinha contato com o movimento de extrema-direita Nova Ordem Social, de Portugal, cujas atividades estão proibidas há dois anos.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »