31/05/2021 às 12h23min - Atualizada em 31/05/2021 às 12h23min

Mulher é presa pela PM, após bater carro em uma árvore na rua Saldanha Marinho

AtaNews
Foto: Imagem Ilustrativa
No último sábado (29) por volta das 23h, uma aposentada de 55 anos foi presa pela Polícia Militar, após bater seu carro em uma árvore na rua Saldanha Marinho, no bairro Paraíso em Araçatuba. O teste do bafômetro confirmou a embriaguez da mulher.

Segundo policiais, durante patrulhamento foram acionados via COPOM (Centro de Operações da Polícia Militar) a comparecerem na rua Saldanha Marinho, cruzamento com a rua Alberto Barbosa, onde encontraram um veículo Honda City batido com uma árvore.

A condutora do automóvel aparentava estar embriagada, com fala pastosa e desorientação, sendo solicitado exame de etilometro, o qual resultou em positivo para embriaguez. 

Apesar de ser constatada a embriaguez, a mulher negou ter ingerido bebida alcoólica e alegou apenas ter bebido refrigerante e comido uma porção de salame em uma lanchonete na mesma rua.

A aposentada estava acompanhada da filha, que é portadora de necessidades especiais e estava no banco do passageiro. Segundo a polícia, a condutora não se feriu, mas sua filha foi levada ao pronto-socorro para atendimento por ter ficado nervosa. A mesma não apresentava lesões.

De acordo com o boletim de ocorrência, a mulher declarou que após deixar a lanchonete, seguia pela via normalmente, quando notou uma motocicleta que se aproximou pelo lado esquerdo. Ela se assustou, imaginando que fosse bater em seu veículo, então tentou desviar e acabou colidindo seu carro contra um GM Agile, que estava devidamente estacionado e em seguida, bateu na árvore. 

O veículo GM Agile pertence à um engenheiro de 26 anos e teve alguns danos. Segundo ele, deixou seu carro estacionado ao lado direito da rua e adentrou em um estabelecimento comercial, quando ouviu um barulho. Ao sair na frente do local, se deparou com o veículo no meio da via com a parte traseira direita danificada e o Honda batido em uma árvore.

Diante disso, a aposentada recebeu voz de prisão e foi conduzida ao plantão policial, onde arbitrada fiança criminal no valor de R$ 1.100,00, quantia esta apresentada e a mesma colocada em liberdade.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »