22/04/2021 às 16h33min - Atualizada em 22/04/2021 às 16h33min

Frota de veículos na cidade ultrapassa de 104 mil unidades, conforme dados do Denatran

Assessoria de Imprensa
Birigui conta com uma frota de 104.384 mil veículos de todas as categorias. Os dados são do Denatran (Departamento Nacional de Trânsito) e foram compilados pelo Observatório de Inteligência Econômica da SDE (Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico). 

São 47.928 mil automóveis e 26.119 mil motocicletas registrados na cidade. A frota é composta ainda por 12.382 mil motonetas; 6.435 caminhonetes (veículos com carga de até 3,5 toneladas); 2.697 mil caminhonetas (veículo misto de carga e passageiros); 1.978 caminhões e 360 tratores.

Os dados evidenciam o crescimento acelerado da frota biriguiense. Nos últimos 10 anos, entre 2010 e 2020, foram agregados à frota local, 35.651 veículos de todas as categorias. E no período de 2020 a janeiro de 2021 foram incorporadas 2.214 unidades.

Esse dinamismo traz efeitos multiplicadores positivos na economia local, tendo em vista que constituem um termômetro que norteia investimentos e a abertura de novas empresas para o atendimento ao segmento, entre elas autopeças; postos de combustíveis; autoelétricas; lava jatos; mecânicas, empresas de seguros e garagens, entre outras.

POLÍTICAS PÚBLICAS

São importantes engrenagens do setor produtivo que são acionadas favorecendo o desenvolvimento econômico local e a geração de empregos e renda. Os dados levantados são importantes também para a gestão pública, pois auxiliam no mapeamento das características e dinâmica da frota municipal subsidiando o embasamento das políticas públicas de mobilidade urbana.

Uma curiosidade apurada pelo Observatório de Inteligência Econômica foi em relação ao ano de fabricação dos veículos.  Foi constatada que há na cidade nove veículos com ano de fabricação anterior a década de 1950, e outros 491 veículos com ano de fabricação entre 1951 e 1970.

O projeto Observatório de Inteligência Econômica tem por objetivo suprir as demandas de informações e conhecimentos dos agentes econômicos da cidade, além de subsidiar políticas públicas voltadas à geração de emprego, renda e o desenvolvimento local. Os relatórios divulgados pela SDE estão disponíveis no site sedecti.org.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »