14/04/2021 às 18h42min - Atualizada em 14/04/2021 às 18h42min

14 requerimentos de informações são aprovados na 11ª sessão

Câmara Municipal de Araçatuba
Foto: Angelo Cardoso
Os vereadores de Araçatuba aprovaram na segunda-feira (12), durante a fase do Grande Expediente da 11ª sessão, catorze requerimentos de informações oficiais endereçados ao prefeito Dilador Borges.

O vereador Lucas Zanatta (PV) é autor de cinco requerimentos. A definição de critérios utilizados na vacinação contra a Covid-19 é um deles.

Lucas Zanatta quer saber por que há poucos locais de vacinação na cidade; quais os motivos para não antecipar para as 8h o início da vacinação, que tem começado às 13h; e quantos funcionários foram alocados para efetuar a vacinação em domicílio.

Com base na aquisição de veículos para a Secretaria Municipal da Saúde pela Prefeitura, com recursos do governo federal para custear ações de enfrentamento à pandemia de Covid-19, o que motivou a instalação de uma Comissão Processante (CP) na Câmara contra o prefeito, o vereador Lucas Zanatta pergunta se o dinheiro aplicado na compra dessa frota poderia ter sido destinado à Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da Santa Casa de Araçatuba ou para a abertura de novos leitos de enfermagem no Hospital da Mulher.

Os critérios utilizados pelo chefe do Executivo Municipal para afirmar, em vídeo publicado em rede social, que não adiantaria ampliar o número de leitos de UTI em meio aos impactos locais da pandemia; as razões para demora na realização de exames para detectar a Covid-19; e a exoneração de quatro servidores comissionados foram temas de outros três requerimentos do vereador Lucas Zanatta aceitos na sessão.

EXONERAÇÃO

A exoneração de servidores comissionados do quadro da Prefeitura de Araçatuba foi tema de outro requerimento aceito pelos parlamentares. O autor do pedido formal de informações é o vereador Arlindo Araújo (MDB).

Ele quer saber se os funcionários demitidos logo após a instalação da CP na Câmara para investigar a conduta do prefeito Dilador Borges foram indicados por vereadores. Arlindo pediu ainda a relação dos parlamentares responsáveis pela indicação.

O valor arrecadado pela empresa Arapark (responsável pelo gerenciamento das vagas de estacionamento rotativo em Araçatuba) no ano passado e quanto desse total foi transferido para a Secretaria de Assistência Social em 2020 foi tema de outro requerimento apresentado pelo vereador Arlindo Araújo e aceito na sessão.

CP

A instalação da Comissão Processante na Câmara para apurar a conduta do prefeito na aquisição de veículos para a Secretaria de Saúde com o repasse de recursos para enfrentamento local da pandemia de Covid-19 também foi tema de requerimento de informações oficiais aprovado na 11ª sessão.

O autor do requerimento, vereador Evandro Molina (PP), quer saber a quantidade de veículos que compõem a frota dessa secretaria e quais os modelos; quantos automóveis de outras secretarias estão cedidos à Saúde para promover o combate à Covid-19; e quantas visitas são feitas mensalmente com os veículos da Saúde. Molina pergunta ainda quais são os dias da semana em que os carros são utilizados para atender os pacientes e pediu o encaminhamento de relatório de visitas nos últimos três meses.

PRIORIDADE

O vereador Arnaldinho (Cidadania) é autor de dois requerimentos. Arnaldinho quer saber se os funcionários que atuam em mercados e supermercados e aqueles profissionais que desempenham serviços locais de Assistência Social poderão ser incluídos em grupos prioritários para cacinação contra Covid-19.

DEMANDA REPRIMIDA

Os vereadores Antonio Edwaldo Dunga Costa (DEM), Nelsinho Bombeiro (PV) e Wesley da Dialogue (Podemos) também tiveram seus requerimentos aceitos pelos demais parlamentares.

Dunga quer saber se há fila de espera para realização de consultas médicas nas unidades de atendimento no município.

Nelsinho pede ao chefe do Executivo explicações sobre a situação do abatedouro municipal. Já o vereador Wesley pergunta se já foi regulamentada a lei municipal que garante atendimento prioritário às pessoas com fibromialgia em estabelecimentos públicos e privados.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »