11/04/2021 às 10h51min - Atualizada em 11/04/2021 às 10h51min

Família real se prepara para funeral do Príncipe Philip sob restrições da pandemia

Uma onda de homenagens vem sendo registrada no Reino Unido e em diversas partes do mundo desde sexta-feira (09/04), quando morreu o príncipe Philip, duque de Edimburgo, aos 99 anos

BBC
Foto: Divulgação
O período de luto nacional no Reino Unido terminará oficialmente a partir de sábado (09/04), quando o funeral real será realizado na capela de São Jorge, dentro do castelo de Windsor.

Um minuto de silêncio acontecerá em todo o país, coincidindo com o início do funeral, às 11h, horário de Brasília. Os preparativos para o funeral no próximo fim de semana, que segundo o Palácio de Buckingham "refletem muito" os desejos do príncipe Philip, foram adaptados à realidade imposta pela pandemia do coronavírus.

Apenas 30 pessoas - entre filhos, netos e outros parentes próximos do duque - poderão comparecer à cerimônia pelas regras de distanciamento social que vigoram em todo o país. Membros da Família Real, incluindo Charles, o príncipe de Gales, caminharão atrás do caixão. A rainha Elizabeth 2ª seguirá separadamente para a capela.

Apenas 30 pessoas - entre filhos, netos e outros parentes próximos do duque de Edimburgo - poderão comparecer à cerimônia por regras de distanciamento social.

Apenas 30 pessoas - entre filhos, netos e outros parentes próximos do duque de Edimburgo - poderão comparecer à cerimônia por regras de distanciamento social.



Entre os membros da Família Real que comparecerão à cerimônia está o príncipe Harry, que voará de sua casa na Califórnia para o Reino Unido. Sua esposa Meghan Markle, a duquesa de Sussex, que está grávida de seu segundo filho, foi aconselhada por médicos a não viajar, informou o Palácio de Buckingham.

O gabinete do primeiro-ministro disse que Boris Johnson não comparecerá ao funeral para permitir que "tantos membros da família quanto possível" possam ir.

Muitas pessoas colocaram flores ao redor do castelo de Windsor durante o fim de semana, mas uma nova orientação do governo pede que o público se abstenha e faça doações para instituições de caridade.

O funeral

Muitas pessoas colocaram flores no Castelo de Windsor durante o fim de semana, mas uma nova orientação do governo pede que o público se abstenha e faça doações para instituições de caridade.

Muitas pessoas colocaram flores no Castelo de Windsor durante o fim de semana, mas uma nova orientação do governo pede que o público se abstenha e faça doações para instituições de caridade.



Pela televisão, será transmitido um evento cerimonial, em vez de um grande evento de Estado geralmente associado à morte de um monarca.

No dia do funeral, o caixão do príncipe Philip será transportado do castelo de Windsor para a capela de São Jorge em um Land Rover especialmente modificado, que ele próprio ajudou a projetar.

Os convidados manterão distanciamento e vão usar máscaras, de acordo com as restrições do coronavírus.

Armas militares farão disparos durante a procissão, o que levará oito minutos. Oito carregadores devem levar o caixão com o corpo do príncipe Philip pelos degraus da capela. O caixão estará coberto com o estandarte do duque e uma coroa, além do chapéu naval do duque e sua espada.

Ele será saudado pelo deão de Windsor e pelo arcebispo de Canterbury, líder da igreja anglicana. Estas 10 pessoas não estão incluídas no número de participantes permitido. Uma lista oficial de convidados será anunciada em breve.

'Querido papai'

O príncipe Charles disse que ele e sua família estavam "profundamente gratos" pelas homenagens.

O príncipe Charles disse que ele e sua família estavam "profundamente gratos" pelas homenagens.



Falando de sua casa em Highgrove, em Gloucestershire, no sábado, o príncipe de Gales disse que sentia "enormes saudades" de seu "querido papai".

Ele disse que o falecido pai era uma "pessoa muito especial que... acima de tudo, ele teria ficado impressionado com a reação e as coisas comoventes que foram ditas sobre ele".

O príncipe disse que ele e sua família estavam "profundamente gratos" pelas homenagens. "Isso nos sustentará nesta perda e neste momento particularmente triste."

O príncipe Charles disse ainda que o duque prestou o "mais notável e dedicado serviço" à rainha, à Família Real, ao país e à Comunidade Britânica nos últimos 70 anos.

Além do príncipe de Gales, que viajou para Windsor na tarde de sexta-feira, membros da Família Real visitaram a rainha no castelo de Windsor após a morte do duque.

A condessa de Wessex, Sophie Helen Rhys-Jones, esposa do príncipe Edward, disse que "a rainha tem sido incrível", ao deixar o castelo com seu marido, o conde de Wessex. O príncipe Andrew, duque de York também visitou o local no sábado.

Disparos de canhão foram realizados em diversos lugares do país homenageando a memória do príncipe Philip

Disparos de canhão foram realizados em diversos lugares do país homenageando a memória do príncipe Philip



Em homenagem ao duque de Edimburgo, baterias de saudação dispararam 41 tiros no sábado em cidades como Londres, Edimburgo e Cardiff, e no castelo de Hillsborough em County Down. Também houve disparos em Gibraltar.

Neste domingo, uma cerimônia foi realizada na catedral de Canterbury pelo arcebispo de Canterbury, Justin Welby, que também deve conduzir o funeral do príncipe Philip.

Após a cerimônia, o caixão com o corpo do príncipe Philip ficará na capela particular do castelo de Windsor e será coberto com o estandarte pessoal do duque e uma coroa de flores. A Família Real observará duas semanas de luto, embora compromissos reais continuem acontecendo quando apropriado.

Um porta-voz do Palácio disse: "Embora este seja um tempo de tristeza e luto, os próximos dias serão uma oportunidade para celebrar uma vida notável."

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »