02/03/2021 às 15h57min - Atualizada em 02/03/2021 às 15h57min

Diabetes e saúde bucal: Entenda a relação entre eles

DOENÇAS

Viviane Santos
Assessoria de Imprensa, ideal trends

A diabetes é uma doença crônica, que atinge uma grande parcela da população mundial. Em linhas gerais, essa é uma condição causada pela falta da produção de insulina no corpo. Mas, qual é a relação entre diabetes e saúde bucal? 

 

Para saber, no entanto, é preciso entender, primeiramente, como as pessoas adquirem essa doença e quais são seus malefícios. 

Desenvolvimento

Existem diferentes tipos de diabetes, sendo que os mais comuns são: Diabetes tipo 1 e tipo 2; sendo que o primeiro é mais agressivo, porém, mais raro.

 

Cada quadro se desenvolve de uma maneira, podendo surgir de hábitos e/ou de predisposições genéticas.

 

O desenvolvimento da doença, independentemente do tipo, se dá pela falta de produção de insulina ou má absorção do açúcar, fazendo com que o organismo não consiga controlar a glicose no sangue.

O que ela causa?

Os pacientes portadores de diabetes podem apresentar alguns sintomas importantes para o diagnóstico, pois são característicos desse problema. Deste modo, os sinais a seguir devem ser monitorados:
 

  • Urina excessiva;

  • Sede;

  • Fome;

  • Fadiga;

  • Perda de peso;

  • Problemas na visão;

  • Mau hálito.

 

Além dos sintomas mais comuns, a diabetes pode ser causadora de problemas mais sérios, se não controlada.

 

Entre as situações mais perigosas, o paciente com essa condição pode ter infecções frequentes, cegueira, problemas nos rins e até vir a óbito.

Como a diabetes afeta a saúde bucal?

Como foi apresentado anteriormente, o paciente diabético apresenta alguns sintomas relacionados à parte bucal, como a sede, que por consequência gera a falta de salivação e o mau hálito.

 

Além disso, a causa da diabetes está diretamente ligada com a alimentação excessiva de açúcares, que também prejudicam a qualidade da saúde bucal.

 

Nesse sentido, é importante que os pacientes que possuem essa condição também estejam atentos aos tratamentos e os cuidados necessários para manter a saúde bucal em dia.

 

Inclusive, fatores relacionados às inflamações, feridas e a devida cicatrização/recuperação podem sofrer interferências, demandando mais tempo e atenção. 

 

A gengivite, por exemplo, é um problema que se mostra mais frequente em diabéticos, devido fatores de circulação, acidez da cavidade e dificuldade de cicatrização.

Tratamentos dentários

Para ajudar nos cuidados da saúde dentária de pacientes com diabetes, os dentistas podem recomendar uma série de tratamentos e precisam acompanhar os procedimentos com mais atenção.

O uso de aparelho invisível, por exemplo, vem sendo cada vez mais recomendado para tratamentos bucais, de modo a corrigir a dentição/mastigação.

 

Esses aparelhos são recomendados para situações em que os dentes sofrem com alterações estruturais, ou seja, se desalinham ou ficam tortos. 

 

Como a diabetes pode afetar diretamente as condições dos dentes, o uso desse equipamento é interessante e deve ser feito adequadamente, com a higienização e retornos sendo feitos com a regularidade indicada para não prejudicar a saúde bucal.

 

Semelhante ao famoso aparelho fixo, o invisível tem a vantagem de ser transparente, ou seja, não fica totalmente visível aos olhos de outras pessoas. 

 

Dessa forma, o aparelho dental invisível é uma solução interessante para as pessoas que buscam um tratamento discreto e eficiente. O modelo removível é bastante indicado, visto que a higienização e a alimentação podem ser feitas de forma mais precisa.

 

Caso a utilização dos aparelhos não seja o suficiente para corrigir os problemas indicados, como a mastigação torta, uma nova tecnologia vem sendo usada para garantir resultados ainda mais satisfatórios.

 

No caso de tratamentos estéticos, como a lente de contato dental, indicado para ajustar o alinhamento de forma mais suave (como tamanho e espaçamento) bem como a coloração, uma avaliação da estrutura dental e da condição de saúde deve ser avaliada, para realizar o procedimento com segurança.

 

A lente dental é uma película posicionada sobre o dente e é colocada justamente para tratamentos estéticos dentários, como ajuste no posicionamento, tamanho e formato.

  1. Clareamento

Em outros casos, pacientes com diabetes podem sofrer com a mudança da coloração dos dentes, principalmente pela quantidade excessiva de açúcares presentes e da acidez que é estimulada. Manchas e porosidades também podem ocorrer.

 

Nesse sentido, um tratamento que funciona bem para revitalizar a aparência dentária do paciente, favorecendo sua autoimagem, o clareamento dental pode ser feito e consiste na técnica de recuperar a pigmentação, tornando-os brancos novamente.

  1. Situações mais graves

Tratamentos contínuos para resolver situações rotineiras podem ser o suficiente, como as profilaxias. Entretanto, em alguns casos, a situação pode se agravar, resultando na perda ou necessidade de extração dos dentes.

 

Caso o paciente chegue nesse nível, existem alguns tratamentos que podem ser eficazes para ajudar e recuperar os aspectos da cavidade oral - como a funcionalidade e até a beleza. 

Para isso, inclusive, o mais comum é o posicionamento de implante dentário

 

O implante dentário é uma estrutura metálica posicionada para dar suporte às próteses, que serão colocadas pelos dentistas para substituir os dentes perdidos. Eles podem ser aplicados tanto em uma arcada dentária completa, como em apenas um dente.

 

Basicamente, é necessário fazer uma incisão para colocar a peça, contudo, no caso de pacientes diabéticos, é crucial que haja a avaliação de sua saúde e níveis de glicemia, para que a cirurgia seja possível.

Como evitar a diabetes e os problemas bucais?

O desenvolvimento da diabetes, geralmente, está relacionado ao consumo de açúcares. 

 

Dessa forma, as recomendações dadas pelos especialistas são as mais conhecidas, como evitar o consumo excessivo de alimentos açucarados e de carboidratos.

 

Além disso, existem alguns alimentos que podem evitar que a diabetes tenha seu desenvolvimento facilitado nas pessoas, como:

 
  • Alimentos ricos em fibras;
     

  • Sementes;

  • Castanhas;

  • Alimentos integrais.

  •  

    Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe da Vue Odonto, uma rede especializada em atendimento odontológico com enfoque na humanização.

     


    Manter o peso em faixas consideradas saudáveis, por meio de uma boa alimentação e a prática de exercícios físicos diários também é uma ótima maneira de evitar a diabetes. 

     

    Em relação aos problemas bucais, as recomendações também são as habituais, como escovar os dentes corretamente, utilizar o fio dental, realizar o acompanhamento odontológico e não fumar. 

     


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »