22/01/2021 às 08h10min - Atualizada em 22/01/2021 às 08h10min

Polícia Ambiental apreende cobras, peixes e pássaros na região

Portal LR1
Foto: Reprodução LR1
A Polícia Militar Ambiental realizou apreensões de cobras, peixes e pássaros nas cidades de Mirandópolis, Ilha Solteira e Araçatuba entre quarta e quinta-feira (21). Os autores dos crimes ambientais pagaram multas e não precisaram ser encaminhados para as delegacias locais.

Em Mirandópolis, as equipes receberam informações de que um indivíduo estaria criando e comercializando serpentes exóticas na casa onde mora. Diante disso, os policiais foram até o endereço para averiguar a veracidade dos fatos. Chegando lá, o morador autorizou a entrada para vistoria e confessou que há cerca de quatro anos adquiriu as serpentes do espécime ‘corn snake’ quando ainda morava em São Paulo.

Desde então, já no interior, ele passou a tratar e domesticar os répteis, mas negou que tenha feito a comercialização nesse período. Foram localizadas dez cobras, seis delas de filhotes recém-nascidos acondicionados em recipientes individuais. Diante disso, a polícia lavrou um auto de infração ambiental no valor de R$ 4 mil.

As serpentes foram apreendidas e destinadas ao Centro de Conservação da Fauna Silvestre de Ilha Solteira, onde permaneceu aos cuidados de um médico veterinário.

PEIXES

Ainda durante a quarta-feira, outra equipe fazia patrulhamento náutico noturno pelo reservatório da Usina Hidrelétrica de Ilha Solteira, no rio São José dos Dourados, quando flagrou três homens em uma embarcação pescando em local proibido. Além disso, eles utilizavam camarões como isca e já possuíam mais de 30 quilos de tucunaré e porquinho.

Por se tratar do período de piracema, tal ato configura infração ambiental. Por isso, os policiais aplicaram multa de R$ 1.319,20 a cada autor. O pescado apreendido foi doado à entidade Casa do Menor, na cidade.

PÁSSAROS

Já em Araçatuba, a Polícia Ambiental constatou a manutenção de nove pássaros nativos em cativeiro sem autorização do órgão ambiental competente. Foram apreendidos cinco coleiro papa capim, um brejal e um pássaro preto em cinco gaiolas no corredor da residência localizada no bairro Água Branca 1. O morador recebeu multa no valor de R$ 4,5 mil. Já os pássaros foram soltos na natureza.

 
*matéria cedida pelo Portal LR1

 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »