11/01/2021 às 16h31min - Atualizada em 11/01/2021 às 16h31min

Pedreiro é preso por não pagar pensão após ser esfaqueado pela companheira

Portal LR1
Foto: LR1
Um pedreiro de 37 anos foi preso na manhã de segunda-feira (11) depois de receber alta da Santa Casa de Araçatuba, onde permaneceu em observação ao ser esfaqueada pela companheira no dia anterior após uma briga na casa onde moram, no bairro Porto Real. A prisão ocorreu por meio de um mandado, já que ele estava com o pagamento da pensão alimentícia atrasado.

Segundo informações apuradas pela reportagem do jornal O LIBERAL REGIONAL, os policiais militares faziam patrulhamento quando foram acionados pelo Copom (Central de Operações da Polícia Militar) para atender a uma ocorrência de violência doméstica no endereço durante a noite de domingo (10).

Chegando lá, as equipes fizeram contato com a mulher, de 45 anos. Ela confirmou que havia esfaqueado o homem, já que se defendeu das agressões sofridas. A vítima foi atingida por dois socos no rosto e ficou com lesões atrás da orelha. Para se defender, ela jogou uma faca, que atingiu as costas do convivente.

O pedreiro foi socorrido por uma ambulância do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e levado para o Pronto-Socorro Municipal. Depois, foi transferido para a Santa Casa a fim de passar por exame de tomografia. Ele permaneceu internado, em observação ao longo da noite sob escolta policial. Ao receber alta foi apresentado na Central de Flagrantes. A dívida de pensão chega a nove mil reais.

Por esse motivo, o delegado plantonista manteve a prisão e o deixou à disposição da Justiça. Ele deverá ser transferido para a cadeia de Penápolis na manhã desta terça-feira (12). A Polícia Civil abriu inquérito para dar prosseguimento às investigações.

 
*matéria cedida pelo Portal LR1
 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »