23/12/2020 às 17h55min - Atualizada em 25/12/2020 às 00h00min

Fim de ano: veja como harmonizar vinhos e carnes

Especialista indica os melhores caminhos na combinação entre a bebida e os tradicionais pratos de Natal e Réveillon

SALA DA NOTÍCIA Mayra Ribeiro

O final de ano chegou e, com ele, as confraternizações. Mesmo que mais intimistas, as reuniões entre amigos e familiares são oportunidades perfeitas para refletir sobre o ano que passou e vislumbrar novas oportunidades para o que está por vir. Aliado a isso, a composição de uma bela ceia é capaz de tornar esses eventos ainda mais memoráveis, principalmente quando acompanhados de bons vinhos. 

Guilherme Melo, co-fundador da Ohca, holding de bebidas brasileiras detentora da marca  Vinho 22, explica que o intuito da combinação entre vinhos e alimentos é a ampliação dos sabores. “O melhor da harmonização acontece quando um elemento complementa o outro. Ou seja, o sabor da bebida se une ao da refeição e gera um terceiro sabor com maior impacto no paladar. Logo, a proposta de combinar esses produtos com as receitas festivas é uma maneira de enriquecer a ceia”. 

De acordo com o executivo, o mais importante é agradar o paladar de cada pessoa – e cada um pode explorar as próprias harmonizações e decidir o que mais gosta. Mas para os que gostam de explorar as combinações recomendadas para cada tipo de vinho, a dica é seguir uma das duas técnicas mais usuais, que são: (1) por contraste, na qual as características do alimento são totalmente distintas das bebidas, como no caso de vinhos adocicados com pratos salgados; ou (2) por similaridade, em que o exemplo tradicional é o das bebidas doces com as sobremesas. Levando isso em consideração, veja algumas dicas de como destacar os sabores à mesa neste fim de ano:

Chester ou Peru 

Carnes brancas (tipicamente peixes e frangos) são comumente harmonizadas com vinhos brancos. Mas o Chester e o Peru apresentam algumas particularidades, como a firmeza e intensidade do sabor, que tornam a harmonização com tintos bastante interessante. A sugestão aqui é o 22Tarsila Merlot, uma bebida versátil de paladar maduro e macio. 

Tender 

Além de marcante, a carne suína é uma das mais versáteis em termos de combinações. Tintos, rosés e brancos costumam ser boas alternativas, então é um bom prato para explorar e experimentar diferentes harmonizações. Uma ótima opção é o 22Tarsila Chardonnay. A bebida composta 100% por uvas chardonnay é extremamente equilibrada. Logo, o sabor não irá sobressair ao do alimento e vice-versa. 

Frutos do mar 

Para aqueles que preferem um prato mais leve e pretendem investir em frutos do mar, o rosé é indispensável. Essa opção é um ótimo exemplo de harmonização por similaridade, pois destaca ainda mais o frescor presente nesse tipo de prato. Neste caso, o 22Tarsila Rosé, um vinho seco e refrescante, que apresenta uma base clássica e elegante com a Pinot Noir, irá garantir uma explosão de sabores. 

Para mais informações, acesse: https://vinho22.com.br.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »