21/12/2020 às 08h51min - Atualizada em 21/12/2020 às 08h51min

Vôlei Futuro / Assaí quer reforço “olímpico” para a disputa da Superliga B a partir de janeiro

Portal LR1
DEFINIDO - Vôlei Futuro / Assaí estreia na Superliga B no dia 23 de janeiro em Natal (RN) - Foto: Gustavo Ribeiro / 10sports
O Vôlei Futuro / Assaí, de Araçatuba, vai estrear no dia 23 de janeiro de 2021, um sábado, na Superliga B Masculina contra a equipe da Unimed/Aero, no ginásio Aero/Sesi em Natal (RN). O jogo está marcado para 16h. A Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) definiu ontem toda a tabela da competição.

Ao todo, serão 8 equipes na disputa. O Vôlei Futuro / Assaí é o único representante do estado de São Paulo na competição. O primeiro jogo do time araçatubense em casa, no ginásio Plácido Rocha, está marcado para o dia 26 de janeiro, uma terça-feira, contra o Brasília Vôlei / Upis, às 18h.

A Superliga B Masculina terá uma primeira fase com 7 jogos para cada equipe, com a fase de quartas de final sendo disputada nos dias 6, 12 e 13 março. As semifinais serão jogadas nos dias 20, 27 e 28 de março, e a decisão no dia 1º de abril, em jogo único, que terá transmissão do canal esportivo SporTV.

Patrocínios

Em conversa com a reportagem do jornal O LIBERAL REGIONAL, o presidente do Vôlei Futuro / Assaí, Luis Henrique Reis, afirmou que está atrás de mais patrocínios para a disputa da competição.

“É necessário reforçar a equipe, pois é um campeonato mais forte e para isso estamos em busca de mais patrocinadores”, disse. “Foram 7 anos sem o projeto.

Voltamos sendo campeões e agora podemos voltar para a elite do esporte e falta muito o apoio da cidade”, se queixou Reis, lembrando o título da Superliga C, conquistado nesta temporada, que garantiu o acesso da equipe para a Superliga B de 2021.

Reforço de Olimpíada

O presidente do Vôlei Futuro / Assaí revelou à reportagem planos ambiciosos. A intenção é conseguir um patrocinador para a equipe que dê condições para que o time contrate um grande reforço que já tenha disputado os Jogos Olímpicos.

“Estamos sim enviando propostas tanto para Superliga B quanto para nosso próximo ano. Lembrando que 2021 e ano de olimpíadas e o voleibol tem uma grande história de conquistas. Por ser um ano olímpico a ideia do projeto e trazer um atleta ou técnico que tenha participado de uma olimpíada”, afirmou Luis Henrique Reis.

Plantel

O técnico campeão da Superliga C com o Vôlei Futuro / Assaí, o ex-jogador Dentinho, deixou a equipe. Ele foi eleito vereador na cidade de Bento Gonçalves (RS) e ficou impossibilitado de seguir o trabalho. A princípio, o coordenador técnico Angelo Vercesi assumirá o comando da equipe, mas a intenção da diretoria é contratar outro técnico.

O central Grossi e o oposto Leandrão, que estavam no time campeão deste ano, também deixaram a equipe. Grossi foi jogar no voleibol europeu, enquanto Leandrão encerrou a carreira.

Segundo o presidente, o time atual do Vôlei Futuro / Assaí necessita de 4 reforços para a disputa da Superliga B. Atualmente, há 14 atletas no grupo.

“Tivemos dois atletas que saíram e para conseguir os reforços precisamos de mais patrocinadores pois o valor de investimento atual não nos permite”, lamentou o presidente Luis Henrique Reis.

O período de treinamentos em quadra ainda não começou, mas os atletas do plantel estão fazendo trabalho muscular, além de trabalhos específicos de fisioterapia e recuperação para atletas que tiveram problemas físicos durante a disputa da Superliga C neste ano. Os treinos definitivos devem começar na primeira semana de janeiro.

 
*matéria cedida pelo Portal LR1
 


 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »