10/12/2020 às 08h46min - Atualizada em 10/12/2020 às 08h46min

Hemocentro de Araçatuba intensifica captação de doadores por queda em bolsas de sangue no final do ano

Portal LR1
LOCAIS - Hemocentro (foto) e Banco de Sangue da Unimed recebem doações de sangue - Foto: Diego Fernandes
Com uma previsão de queda de doadores de aproximadamente 30% para o período das festas de final de ano, os captadores do Hemocentro de Araçatuba estão intensificando o agendamento para aumento do estoque de bolsas, já projetando a diminuição das doações nas duas últimas semanas do ano.

Segundo a agente de captação de doadores do Núcleo de Hemoterapia de Araçatuba, por causa das festas de final do ano e das viagens, o número de doadores é mais baixo no fim do ano e por isso é ainda mais necessário o aumento do estoque.

“É um período preocupante, é uma semana que tem uma queda porque as pessoas ou viajam, ou começam a se programar para festas uma semana antes, então a doação cai e nos assusta. Porque a doação de sangue é constante, não para, então as pessoas não podem deixar de doar sangue neste período, é um reforço para que façam a doação”, disse Aline.

De acordo com informações divulgadas pelo hemocentro de Araçatuba, até ontem por volta de 11h30, os tipos sanguíneos que estavam abaixo do estoque mínimo de bolsas necessário eram os tipos AB- e B-. Ambos tinham apenas 5 bolsas em estoque, sendo que mínimo necessário seria, pelo menos, 11. O tipo O- estava próximo do limite mínimo, com 21 bolsas disponíveis, sendo que o mínimo necessário são 19. O A- também se mantinha próximo ao limite, com 16 bolsas disponíveis sendo 11 o número mínimo.

A estimativa de queda na doação de sangue ocorre principalmente entre as duas últimas semanas do ano, que compreendem o período entre 21 de dezembro e 2 de janeiro, o que deve deixar os índices de bolsas ainda mais comprometidos se não houver um aumento na doação até o final da próxima semana.

Segundo Aline Durante, atualmente o hemocentro recebe cerca de 1.300 doadores mensalmente, o que já não é o ideal, de acordo com ela. O mínimo necessário para manter o estoque sempre abastecido seria 1.800 doadores.

“Essa semana a gente reforça a importância de as pessoas virem realizar a doação de sangue, e também os municípios vizinhos, com caravanas, para que não falte neste período de fim de ano. Então é muito importante que as pessoas não deixem de fazer a doação neste período de férias”, disse Aline Durante.


Bom para ambos

O ato de doar sangue, além de ajudar a salvar vidas ainda pode ser bom para o próprio doador. A secretária administrativa Raquel Morais, 42, é doadora cadastrada tanto no Hemocentro quanto no Banco de Sangue da Unimed, e afirma que doar sangue faz bem para sua saúde.

Ela afirma que teve de realizar uma cirurgia para a retirada do útero após ter seu segundo filho e, por isso, passou a não ter mais o período menstrual feminino, recebendo a recomendação médica para fazer a doação de sangue para sua consequente renovação.

“É muito gratificante, porque o benefício pra mim, que é a renovação do meu sangue, isso fortalece o meu organismo e saber que eu estou ajudando uma pessoa, isso é muito bom”, conta Raquel.

A secretária passou, inclusive, por uma experiência emocionante ao fazer uma doação nominal para uma criança. Raquel conta que ficou emocionada ao ver a expressão do pai ao saber que ela doação seria para o filho.

“Teve uma vez que fui fazer a doação de sangue e tinha uma criança, um recém-nascido, ele nasceu com alguns problemas e eles estavam precisando com urgência. O pai dessa criança estava lá neste momento que eu estava fazendo a doação. E foi muito gostoso ver a cara dele de satisfação, de que a gente estava ali doando ao filho dele”, concluiu.

Parentes de internados

Um dos apelos feitos pelos captadores de doação do Hemocentro de Araçatuba é com aquelas pessoas que possuem parentes internados nos hospitais de Araçatuba e região.

“Uma vez que a pessoa está internada com doenças crônicas e vai fazer cirurgia, é importante que os familiares compareçam e façam a doação, porque nós não sabemos se precisa ou não, então é melhor vir fazer a doação do que faltar”, disse Aline Durante.

Como fazer

O cadastro de doadores no Hemocentro de Araçatuba é feito pela internet, no próprio site do Núcleo de Hemoterapia (hemocentro.fmrp.usp.br), ou também pode ser feito por telefone no (18) 2012-9400 ou por WhatsApp em (18) 98132-8875. O local funciona às segundas-feiras das 8h às 19h, de terça à sexta das 8h às 17h e aos sábados das 7h às 11h.

Para fazer a doação é necessário ir ao local, que fica na avenida Arthur Ferreira da Costa, 330, no bairro Aviação, utilizando máscara. O núcleo de hemoterapia conta com álcool em gel disponível. É oferecido um lanche aos doadores antes do processo de retirada do sangue.

Os doadores precisam ter entre 18 e 60 anos de idade e precisam pesar mais do que 50kg. Não pode ter ingerido bebida alcoólica até 24 horas do processo de doação e é necessário ter dormido pelo menos 6 h nas últimas 24 horas. A pessoa também não pode ter tido doenças como hepatite, ou estar sofrendo de doenças cardíacas, pulmonares, diabetes, dentre outras.

Unimed

Já para o Banco de Sangue do Hospital da Unimed, as doações podem ser agendadas no telefone (18) 3607-3935. O local funciona na rua Gaspar Lemos, 02, no Jardim Alvorada, e fica aberto de segunda à sexta das 7h às 18h e aos sábados das 7h às 16h.

PROTEÇÃO – Doadores precisam ficar de máscara o tempo todo durante o processo, devido à pandemia – DIEGO FERNANDES
*matéria cedida pelo Portal LR1
 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »