09/12/2020 às 08h41min - Atualizada em 09/12/2020 às 08h41min

Com ocupação perto do limite; Andradina retoma toque de recolher e vai intensificar fiscalização

Portal LR1
OCUPAÇÃO - Santa Casa tem 70% de ocupação na UTI e transferiu dois pacientes com covid-19 para outros municípios. ( Foto: Reprodução LR1)
Com a Santa Casa de Andradina com 70% de índice de ocupação de sua UTI, a prefeitura de Andradina quer fechar o cerco contra as aglomerações no município. Novo decreto assinado pela prefeitura Tamiko Inoue (PSDB) institui novamente o toque de recolher entre às 23h30 e às 5h, e, segundo o secretário de negócios jurídicos, Leonardo de Freitas Alves, a fiscalização vai aumentar em cima das festas e dos estabelecimentos noturnos que funcionarem acima da capacidade permitida.

Em conversa por telefone com a reportagem do jornal O LIBERAL REGIONAL, o secretário municipal Leonardo de Freitas afirmou que a campanha eleitoral e as festas clandestinas que vem ocorrendo no município são os grandes causadores do aumento de casos graves da covid-19 nas últimas semanas em Andradina.

No último dia 5 de novembro, por exemplo, a Santa Casa chegou a registrava apenas duas internações. Pouco mais de um mês depois, são 14 pessoas em tratamento no hospital, sendo que sete leitos de UTI estão ocupados.

Transferência

Um dos internados no local é o ex-vereador Luiz Yamahira, que publicou em sua rede social, que chegou a dizer que três jovens que chegaram depois dele precisaram ser encaminhados para tratamento em outras cidades.

“Esse momento não é para praia, passeio, beira de rio, balada, barzinhos e festinhas. Aproveitem esse tempo pra agradecer a Deus pela sua saúde. Estou bem graças a Ele e a todos que cuidam de mim aqui”, alertou na publicação o ex-vereador.

A reportagem questionou a assessoria de imprensa da Santa Casa e recebeu como resposta que apenas dois pacientes foram transferidos do local para outros municípios, sendo que um deles foi para Araçatuba devido ao agravamento em seu quadro de saúde e o outro foi transferido para Castilho, que é seu município de origem.

Caso os leitos da Santa Casa cheguem a 100% de ocupação, os municípios para os quais o hospital poderá mandar possíveis novos casos graves de covid-19 são Araçatuba, Ilha Solteira e Penápolis.

Preocupação

Segundo o secretário de negócios jurídicos, Leonardo de Freitas, a grande preocupação do município é com os casos que necessitam de internação, já que a capacidade hospitalar de Andradina está próxima do limite.

“Teve uma subida considerável nos casos, nos exames, mas o que preocupa mais é o aumento de número de casos graves. Como tivemos o período eleitoral e um mês e pouco, estamos sofrendo um reflexo do que aconteceu na eleição. 45 dias de campanha eleitoral, fazendo reuniões, e tudo isso refletiu nos últimos 10 dias”, preocupou-se.

Leonardo também voltou a criticar as festas clandestinas que estão ocorrendo na cidade e afirmou que pelo menos quatro delas foram flagradas pelas equipes de fiscalização da prefeitura e da Polícia Militar no último final de semana.

“Tivemos uma ocorrência de festas muito grande no final de semana, pelo menos 4 locais funcionando em desacordo com os decretos”, disse. “Não temos que combater o comércio e sim atacar essas festas, onde o pessoal se reúne para beber. Por hora vamos combater estes eventos clandestinos em chácaras e clubes. Tem gente vendendo ingresso pra baladas em locais sem alvará, desafiando o poder público”, concluiu o secretário.

Decreto

Na noite desta terça-feira (8), em novo decreto assinado pela prefeita Tamiko Inoue e que entra em vigor nesta quarta-feira, dia 9, Andradina voltou a restringir a presença de pessoas nas ruas até tarde, principalmente para o consumo de bebidas alcoólicas e para práticas como o fumo.

Estabelecimentos que podem vender bebida alcoólica para consumo local só podem atender até às 18h, e o toque de recolher volta a estar em vigor das 23h30 às 5h, podendo render multa para donos de estabelecimentos e população que descumprir as regras. A restrição de circulação não atinge pessoas que estiverem trabalhando.

O novo decreto não restringe o funcionamento do comércio no horário noturno. De acordo com trecho do texto, as lojas estão autorizadas a funcionar das 8h às 18h de segunda à sexta e das 8h às 13h aos sábados, enquanto o shopping pode funcionar das 10h às 22h. Os restaurantes e afins podem atender presencialmente até 23h. A capacidade dos estabelecimentos não pode ultrapassar 50%. O descumprimento também poderá acarretar multa às empresas.

Segundo o texto, porém, a abertura noturna fica permitida, desde que haja acordo entre as entidades comerciais. Na última semana, a Associação Comercial de Andradina confirmou à reportagem que, a partir de segunda-feira, dia 14, as lojas passarão a ficar abertas até às 22h durante a semana e até às 18h aos sábados para as compras de natal. O horário especial vai até o dia 23.

 
*matéria cedida pelo Portal LR1
 

 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »