07/12/2020 às 11h16min - Atualizada em 07/12/2020 às 11h16min

Pai que estuprou recém nascida no Pará é condenado a 27 anos de prisão

Cleyton Ramos França foi condenado pelo estupro contra uma bebê de 14 dias

Assessoria de Imprensa Polícia Civil do Estado do Pará
O homem que estuprou a própria filha recém nascida foi condenado a cumprir pena de 27 anos de reclusão. A decisão partiu do juízo da Vara Única da Comarca de Santana do Araguaia. Cleyton Ramos França foi condenado pelo crime de estupro contra uma criança de 14 dias. Na decisão, o juiz Erichson Alves Pinto manteve a prisão do acusado e determinou a detração da pena do período que permaneceu preso. Assim, o réu cumprirá 26 anos, 1 mês e 10 dias de prisão. A menina não resistiu aos ferimentos causados pela violência sexual e morreu.


De acordo com o processo, a criança foi levada ao hospital com dificuldade para respirar. A menina recebeu o atendimento correspondente da equipe médica com técnicas de reanimação, mas não resistiu. Após o falecimento do bebê, a equipe iniciou limpeza do corpo e, neste momento, verificou-se a anormalidade em partes do corpo da criança e a equipe compreendeu que tratou-se de um estupro. As providências para a apuração do crime foram iniciadas e o acusado foi preso em flagrante.Os autos revelaram ainda que, no dia do falecimento da criança, em perícia realizada no aparelho celular do acusado, foi constatada a realização de busca de vídeos de conteúdo adulto do tipo "sexo caseiro com novinhas", que descreve vídeos pornográficos de homens mais velhos com meninas ou mulheres infantilizadas. O processo foi instruído com testemunhas da equipe médica e com laudos periciais.
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »