02/12/2020 às 12h26min - Atualizada em 03/12/2020 às 09h59min

Empresas se unem apoiar a representação visual da comunidade transgênero

Por meio de uma parceria contínua, GLAAD e iStock criarão uma série de diretrizes especializadas para ajudar fotógrafos e videógrafos da iStock e Getty Images a representar de forma mais autêntica a comunidade LGBTQ de modo mais amplo

SALA DA NOTÍCIA Carlos Silva
https://www.istockphoto.com/br
Dean Mitchell E+/iStock

iStock by Getty Images, líder mundial em comunicações visuais, anunciou hoje uma parceria exclusiva com a GLAAD, a organização em defesa da mídia LGBTQ, trabalhando em conjunto para desafiar os estereótipos visuais nocivos e clichês sobre a comunidade LGBTQ, por meio do lançamento de seu primeiro esforço colaborativo, um conjunto de diretrizes voltado para melhorar a representação visual da comunidade transgênero. Como parte de um compromisso mais amplo, esta nova parceria não apenas incentiva a criação de imagens e videografias autênticas e diversificadas, mas também visa capacitar as indústrias de mídia e publicidade a escolher imagens que representem autenticamente a comunidade LGBTQ.

“Imagens que focam os momentos cotidianos da vida das pessoas LGBTQ são essenciais para demonstrar que as pessoas dessa comunidade são membros visíveis e valiosos da sociedade", aponta Sarah Kate Ellis, presidente e CEO da GLAAD. "Esta parceria com a Getty Images ajudará a criar conteúdo global retratando as pessoas LGBTQ como todos deveriam ser - ou seja, dinâmicas, multidimensionais e autênticas.”

“Na comunidade LGBTQ, onde muitos enfrentaram discriminação e preconceito, é importante se conectar por meio de imagens que pareçam reais”, afirma Guy Merrill, chefe global de artes da Getty Images e iStock. “Pessoas trans, em geral, simplesmente não existem no mundo da publicidade e das imagens comerciais e, juntos, estamos procurando preencher esse vazio de forma cuidadosa. Esta parceria com a GLAAD é um compromisso de desafiar estereótipos, contar histórias que não foram contadas antes e, mais especificamente, guiar nossos clientes para a verdadeira inclusão de imagens além de mensagens do Orgulho e arco-íris apenas em um mês ao ano."

Vindo na esteira da Semana da Visibilidade Trans (13 a 20 de novembro), a primeira colaboração inclui um conjunto abrangente de diretrizes destinadas a apoiar fotógrafos e videógrafos da Getty Images e iStock em todo o mundo, enquanto eles se esforçam para representar melhor a diversidade de pessoas trans por meio uma lente autêntica, respeitosa e interseccional. Com esse objetivo em mente, as Diretrizes para transgêneros da Getty Images e GLAAD incluem terminologia precisa para uso em tags e legendas, clichês a serem evitados, bem como maneiras de criar um conjunto seguro e acolhedor.

“A fotografia e a videografia de estoque contam uma história visual - e essas histórias devem refletir autenticamente a diversidade que existe dentro da comunidade transgênero, incluindo pessoas de todas as identidades de gênero que são de todas as raças, etnias, idades, classes, habilidades, tamanhos corporais, religiões e orientações sexuais”, pondera Nick Adams, Diretor de Representação de Transgêneros da GLAAD. “Mas os recursos visuais disponíveis não são tão interseccionais como deveriam ser e dependem muito de estereótipos e símbolos. Queremos ajudar a mudar isso.”

Também há uma demanda visível por esse tipo de representação inclusiva, de acordo com Merrill. Na mais recente pesquisa de mercado Visual GPS da Getty Images, mais de dois terços dos consumidores afirmaram que é importante para eles que as empresas das quais compram celebrem a diversidade de todos os tipos. Além disso, as pesquisas globais de clientes em Gettyimages.com e iStock.com aumentaram ano após ano em 129% para 'Transgênero', 334% para 'não binário' e 212% para 'Queer', fornecendo evidências de que marcas e empresas estão cada vez mais querendo trazer a visualização desta comunidade para a linguagem visual comum e cotidiana. No Brasil, a busca pelo termo ‘Transgênero’ cresceu 80% e ‘LGBTQ’ subiu 24% no site da Getty Images. 

"Como um fotógrafo que também é transgênero, estou confiante de que este guia capacitará os colaboradores da Getty Images a criarem imagens e vídeos com mais nuances e diversidade retratando pessoas trans e fornecerá uma plataforma de alto nível para fotógrafos trans compartilharem seus trabalhos. mudando não apenas a forma como o público vê as pessoas trans, mas também como nós nos vemos", afirma Alex Schmider, diretor associado de representação de transgêneros da GLAAD.

Nos próximos meses, a Getty Images e a GLAAD criarão diretrizes de conteúdo semelhantes em torno da representação de gays, lésbicas e bissexuais, buscando ativamente promover representações melhores e mais diversas da comunidade LGBTQ. A Getty Images também fornecerá os recursos e oportunidades necessários para ajudar os criadores de conteúdo a divulgar sua visão.

 

 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »