17/11/2020 às 14h47min - Atualizada em 17/11/2020 às 14h47min

Qual grau de parentesco necessário para conseguir a cidadania italiana?

Assessoria de Imprensa
Foto: Divulgação
A origem do sobrenome italiano será o primeiro passo para identificar se é possível obter a cidadania. Por isso, é preciso estudar bem a história da família, pois cada detalhe será essencial na busca dos documentos.

Outro ponto importante, após a identificação da origem do sobrenome, será verificar qual o grau de parentesco entre o requerente e o cidadão italiano. Dependendo da situação, a obtenção poderá ser negada.
 

Como descobrir a origem do sobrenome italiano?


Todos sabem que o Brasil é um país de imigrantes. Por esse motivo é bastante comum encontrar pessoas que descendem de mais de uma nacionalidade, então essa pesquisa servirá, primeiramente, para verificar se o seu sobrenome é italiano.

Diante dessa grande diversidade que é o Brasil, é comum que ocorra bastante confusão. O ideal e necessário é realizar a árvore genealógica da família. Este levantamento será exigido no consulado para a comprovação da origem familiar.

A internet também pode ser um ótimo local para descobrir a origem do sobrenome. Existem alguns sites que servem para facilitar essa busca.

Family Search

O Family Search pode ser ideal para procurar tanto a origem do sobrenome quanto alguns documentos e certidões. O seu acervo digital possui cerca de 4 milhões de registros.

O descendente pode encontrar quase todo o tipo de certidão. O site ajuda aquelas pessoas que não estão encontrando os documentos exigidos para dar entrada na cidadania.

A melhor parte é que ele é totalmente gratuito e pode ser acessado por qualquer pessoa que possua acesso à internet.
 

Cognomix


O site Cognomix também servirá como apoio nessa busca. Através dele é possível descobrir até qual a região da Itália o sobrenome tem maior densidade.

O único problema é que o site está todo no idioma italiano. Ele é simples de usar e se surgir alguma dúvida, basta utilizar os tradutores gratuitos da web.

Como ele está escrito na língua materna, é preciso tomar alguns cuidados na hora de buscar a origem do sobrenome italiano. É possível que alguns sobrenomes tenham sofrido modificações quando chegaram ao Brasil.

Essa mudança pode fazer com que seja difícil encontrar o nome no site. O ideal é testar algumas variações antes de validar qualquer documento encontrado como o certo.
 

Ancestry


O site Ancestry é o mais famoso entre os apresentados. Ele possui um acervo digital gigantesco, de diversos países. Será possível encontrar mais de 20 bilhões de registros, além de milhões de árvores genealógicas formadas.

Assim como citado anteriormente, é preciso ficar atento às mudanças que o sobrenome possa vir a ter sofrido. O site não está disponível para o português, podendo ter a necessidade de utilizar algum tradutor.

O único ponto negativo, em relação aos outros, é que ele é pago. Mas é bom lembrar que ele possui o maior acervo digital entre os apresentados. Em alguns casos, o pagamento pode ser a melhor forma de encontrar algum documento perdido ou confirmar a origem do sobrenome.
 

A partir de qual grau de parentesco já é possível obter a cidadania?

Basicamente, todo indivíduo que é descendente de italiano pode obter a cidadania. Existe uma lei na Itália afirmando que não existe limites para que esse direito seja passado.

Por mais que a lei mostre que qualquer descendente de italiano é possuidor do direito à cidadania, algumas restrições podem acontecer. Além de fazer toda a pesquisa, apresentar a certidão de naturalização do antepassado e todos os demais documentos, é necessário ficar também atento aos detalhes abaixo que podem gerar um impedimento na conquista da cidadania.

 

Certidões não encontradas


Está claro que pela lei, todo descendente de italiano tem direito à cidadania. Essa obtenção só poderá ser feita se a descendência for comprovada, o que pode ser um grande problema.

Como já citado, muitas certidões acabam se perdendo no tempo. O fato delas não serem encontradas, faz com que a comprovação da descendência não seja feita, impossibilitando a obtenção da cidadania.

 

Certidões com erros


Além da dificuldade de encontrá-las, as certidões podem conter erros. A falha mais recorrente é em relação à tradução do nome e sobrenome do ascendente. Esses erros, geralmente, não costumam dar problema.

Quando a certidão apresenta divergências sobre os locais e datas de nascimento, a retificação deve ser feita. Somente após a correção é que os documentos serão validados.

O problema está em conseguir identificar os erros. É comum que esses processos demorem bastante, dificultando e atrasando a obtenção da cidadania.

 

Data da naturalização

Este é um dos empecilhos que mais atrapalham os descendentes. A data da naturalização do ascendente será a chave para verificar se a cidadania pode ou não ser requerida.

Quando o cidadão italiano obteve a sua naturalização antes do nascimento dos filhos, todos os descendentes não terão direito à cidadania. Caso a naturalização tenha sido após o nascimento, todos têm direito.
 

Descendente de mulher italiana nascido antes de 1948


Existia uma lei na Itália que dizia que toda mulher que se casasse com estrangeiro, estaria abrindo mão da sua cidadania. A lei não existe mais, porém, só é possível ter o reconhecimento da cidadania aqueles filhos que nasceram após 1948.

Então se o cidadão descende de uma mulher e teve o nascimento antes de 1948, ele não terá direito à cidadania. Os netos e bisnetos também perdem esse direito.

A busca pela origem do sobrenome italiano deve ser o primeiro passo para o reconhecimento da cidadania. Para que ela seja feita de forma correta, é imprescindível a ajuda de profissionais qualificados.

Obter a cidadania italiana pode trazer muitos benefícios. Se você tem esse direito, então comece agora a ir atrás dos processos. O quanto antes iniciar a jornada, mais cedo você poderá usufruir dos seus direitos como cidadão europeu.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »