03/04/2018 às 08h59min - Atualizada em 03/04/2018 às 08h59min

Piloto consegue pódio menos de um ano após amputação das duas pernas

Billy Monger conseguiu pódio um ano após acidente. ( Foto: Getty)
Em abril de 2017, o piloto britânico Billy Monger sofreu uma acidente grave durante uma corrida da Fórmula 4 e teve as duas pernas amputadas. Agora, menos de um ano depois, ele voltou a correr e já conquistou pódio em uma prova oficial.
 

Monger atuou no fim de semana na prova inicial da temporada da Fórmula 3 britânica e saiu em quinto lugar no grid inicial. Mas dois adversários que estavam a frente se envolveram em uma acidente e ele subiu para a terceira posição, segurando o lugar até o fim da corrida.

O piloto disputará a competição ajudado por um carro adaptado, que tem o acelerador do lado esquerdo do volante e as duas alavancas para troca de marcha na direita. No lugar onde normalmente fica o acelerador, na direita do volante, ele também tem acesso ao freio através de uma prótese diferente da que ele usa para caminhar.

Monger sofreu o acidente grave durante uma prova da Fórmula 4, em Donington Park, na Inglaterra. Ele acertou em cheio a traseira de outro carro e a equipe de resgate teve problemas para retirá-lo do carro, gastando quase uma hora. Suas duas pernas foram amputadas na altura do joelho.

A história de Monger é famosa porque sua família fez um crowdfunding para conseguir recursos para a recuperação e teve o apoio de diversos pilotos famosos, somando 1,3 milhão de dólares e proporcionando ótimas experiências ao garoto, como acompanhar um GP com Lewis Hamilton e ser indicado ao Prêmio Laureus, que reconhece nomes importantes e inspiradores do esporte mundial.
 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »