27/10/2020 às 17h09min - Atualizada em 28/10/2020 às 12h01min

Renata Banhara participa de Outubro Rosa realizado pelo Depto.Social da Torcida Independente

Ação Social reuniu várias mulheres no Estádio do Morumbi em São Paulo

SALA DA NOTÍCIA Renato Cipriano
Fotos: Renato Cipriano - Divulgação
Seguindo as orientações exigidas pela OMS - Organização Mundial de Saúde, foi realizado na manhã deste último domingo (25), o evento "Outubro Rosa", na Casa Independente, situada no bairro do Morumbi na zona sul da capital paulistana.

O evento que foi promovido pelas coordenadoras do Departamento Social, da Torcida Tricolor Independente e contou com a presença da ativista em defesa dos direitos das mulheres, Renata Banhara, idealizadora da ação voluntária "Sentinela do Bem", que presta o acolhimento humanizado às mulheres vítimas de violência nas Delegacias e Delegacias da Mulher.

Logo na abertura, todas as convidadas foram recepcionadas com um apetitoso café da manhã, com uma imponente decoração nos tons rosa, composta por muitas flores naturais, balões em formato de corações e estrelas, onde dialogaram e abordaram sobre a importância da realização do auto-exames e da prevenção do câncer de mama e colo de útero, com depoimento emocionante de superação da professora Sandra Azevedo que venceu a doença, Renata Banhara pode relatar  um pouco sobre a sua ação social, sobre a necessidade da união e sororidade para a construção de uma rede de apoio feminina a fim de as mulheres ganharem mais espaço e voz na atual sociedade, afinal mais da metade da população é mulher e quem não é mulher é filho de uma mulher, e a grande missão é cuidar e protegê-las. Ao término do bate papo, foi distribuído um botão de rosa para cada participante do especial evento.

Professora Sandra Azevedo e Renata Banhara

Professora Sandra Azevedo e Renata Banhara



Criado no início da década de 1990, o Outubro Rosa é uma campanha anual realizada mundialmente em outubro, com a intenção de alertar a sociedade sobre o diagnóstico precoce do câncer de mama. A mobilização visa também à disseminação de dados preventivos e ressalta a importância de olhar com atenção para a saúde, além de lutar por direitos como o atendimento médico e o suporte emocional, garantindo um tratamento de qualidade.    

Logo em seguida o grupo dirigiu-se até o Estádio Cícero Pompeu de Toledo, mais conhecido como Estádio do Morumbi, foi um momento relevante pois as mulheres da torcida conquistaram o privilégio de adentrar ao campo. Lá foi o delicado e poderoso exército feminino segurando bexigas cor de rosa e formaram o laço que representa a campanha do outubro rosa na frente do portão principal do estádio tricolor.

Ainda provando que o lugar de mulher é onde ela quiser, o grupo adentrou ao estádio, e deram uma volta olímpica, enquanto algumas representantes penduraram os bandeirões da maior família tricolor para o jogo que ocorreria no início da noite, em seguida o grupo se reuniu em volta do o escudo do São Paulo Futebol Clube, e fez um convite para a Renata Banhara ser a Madrinha do departamento social da torcida tricolor independente, convite esse que foi aceito de imediato “É uma grande honra e um enorme privilégio representar o departamento social e toda a força feminina da torcida São Paulina”, disse Banhara emocionada. Juntas cantaram o hino e ao término estouraram as bexigas.

Crédito das Fotos: Renato Cipriano / Divulgação

Renata Banhara e as Coordenadoras do Depto.Social da Torcida Independente

Renata Banhara e as Coordenadoras do Depto.Social da Torcida Independente


Renata Banhara e Integrantes do Depto Social da Torcida Independente

Renata Banhara e Integrantes do Depto Social da Torcida Independente


Renata Banhara e as integrantes do Depto.Social da Torcida Independente

Renata Banhara e as integrantes do Depto.Social da Torcida Independente

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »