25/09/2020 às 14h27min - Atualizada em 25/09/2020 às 14h27min

Como prolongar o tempo de vida dos aparelhos eletrônicos?

Obsolescência programada faz com que aparelhos sejam substituídos mais rápido.

Assessoria de Imprensa
Foto: Divulgação
Quanto tempo duram os eletrônicos? Ao adquirir um aparelho, você sabe qual é o tempo de vida útil que ele possui? O fato é que cada vez mais os eletrodomésticos e os eletroeletrônicos estão durando menos, e isso se deve ao que podemos chamar de obsolescência programada.
 
O Brasil é o maior produtor de lixo eletrônico da América Latina e o sétimo maior de todo o mundo. A obsolescência programada é uma prática aplicada para criar produtos com durabilidade limitada.
 
Um estudo do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) comprova que essa é uma estratégia comum na indústria brasileira, sendo um dos principais motivos para o país ser líder em produção de lixo eletrônico no continente.
 
Se tudo é feito para ser substituído em tempo determinado, como prevenir-se contra isto? Aqui, vamos mostrar o tempo médio de vida útil de alguns dos principais aparelhos eletrônicos do mercado e dar dicas de cuidados para conservá-los. Confira abaixo.
 

Smartphones e tablets

Os smartphones e os tablets são dois dos eletrônicos com menor tempo de vida útil do mercado. Em média, eles levam menos de três anos para apresentar defeitos. Contudo, alguns cuidados podem fazer esses aparelhos durarem até cinco anos.
 
Uma boa dica é mantê-los longe de umidade. Por isso, nada de levá-los para o banheiro ou deixá-los tomar chuva, por exemplo. Sempre que for limpar o aparelho, opte por usar produtos que não o agridam e nunca utilize nenhuma substância em abundância. Evitar quedas também é uma forma de preservá-los.
 

Computadores e notebooks

Assim como smartphones e tablets, os computadores e os notebooks também possuem tempo médio de vida útil menor que três anos. Em comparação, estes aparelhos ainda conseguem durar um pouco mais por ficarem mais tempo “fora de uso”, já que não são tão portáteis quanto os smartphones, por exemplo.
 
Entre as dicas de conservação, indica-se a prevenção contra quedas ou esbarrões em paredes e portas. Também é uma boa ficar de olho na fonte de energia, já que as baterias desses aparelhos são as partes mais frágeis e costumam ser um dos primeiros itens a apresentar problemas.
 
Fazer uma manutenção frequente na máquina também ajuda a manter o desempenho dela por mais tempo.
 

Fogão

Segundo fabricantes, os fogões têm tempo médio de vida útil entre sete e dez anos. Uma pesquisa da Idec aponta que, pelo menos, 8% destes aparelhos costuma apresentar problemas antes disso, com cinco ou seis anos.
 
Para conservar o seu fogão, a dica é caprichar na limpeza e na manutenção das bocas. Evite usar esponjas de aço e produtos agressivos. Procure utilizar panos e detergente neutro na higienização. Manter o fogão sempre sequinho também é importante para evitar danos.
 

Geladeiras e freezers

As geladeiras e os freezer também duram, em média, entre sete e dez anos. Mesmo assim, a pesquisa do Idec mostra que cerca de 11% destes aparelhos apresenta defeitos com seis anos de uso.
 
Uma forma de preservá-los deixar uma área de ventilação para que o motor possa funcionar perfeitamente. Por isso, é fundamental manter esses aparelhos a, pelo menos, cinco centímetros da parede.
 
Também é essencial descongelá-los com frequência e fazer uma limpeza caprichada. Sempre que a camada de gelo atingir a espessura de um centímetro é hora de descongelar a geladeira ou o freezer, então, atente-se a isto.
 

Máquina de lavar

Fabricantes indicam que o tempo médio de vida de uma máquina de lavar é de dez anos. Já a pesquisa do Idec aponta que 21% destes apresentam algum defeito com 4,8 anos.
 
Para manter sua máquina de lavar intacta por bastante tempo é importante tomar alguns cuidados. Colocar a quantidade certa de sabão e amaciante, por exemplo, é uma boa dica de conservação.
 
Também é importante verificar os bolsos das roupas para que chaves, moedas, dinheiro e quaisquer outros acessórios pequenos não acabem indo junto das peças que serão lavadas, pois, isso pode danificar o aparelho. Lavar a máquina com o cesto vazio, utilizando água sanitária, também é uma boa dica para preservá-la.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »