25/09/2020 às 10h25min - Atualizada em 25/09/2020 às 10h25min

A Polícia que protege você: Bebê de apenas 6 meses é resgatada pela Polícia Militar

PMESP
Foto: Policia Militar
Na última semana, Policiais Militares do 38º Batalhão de Polícia Militar Metropolitano, durante atendimento de ocorrência de violência doméstica resgataram uma bebê de 6 meses que estava sendo maltratada pelo pai e pela mãe.
 
Durante patrulhamento os policiais foram informados via  COPOM (Centro de Operações da Polícia Militar), uma ocorrência onde pela Rua José de Oliveira China estaria ocorrendo violência doméstica.
 
Ao chegar ao local a equipe se deparou com o casal em vias de fatos, sendo que a parte masculina tinha em seu colo uma criança de 6 meses, filha do casal. Ao avistar os policiais o indivíduo se trancou com a criança dentro da residência, deixando a sua esposa do lado de fora. O casal estava sob efeito de álcool e cocaína e depois de muita conversa a equipe conseguiu entrar na residência, porém a todo o momento o individuo utilizava a criança como escudo. Posterior os policiais convenceram o pai entregar a criança para eles, neste momento, foi percebido que a pequena de apenas 6 meses, que estava com o rosto encoberto por um cobertor, estava com hematomas no olho e na cabeça. Em entrevista, indagados os pais, sobre os hematomas, não souberam informar, fato que motivou a prisão imediata em flagrante tanto da mãe da criança quanto a do pai pelo crime de maus tratos.
 
                                                    
A criança foi transferida de ambulância ao Pronto Socorro de São Matheus, onde foi alimentada pelos policiais que providenciaram uma mamadeira durante o atendimento médico. Ela passou por exames de Raio X que detectaram outras lesões na região das costas, cabeça e pés. 
 
A ocorrência foi encaminhada ao 69º Distrito Policial, onde o Delegado de Plantão ratificou a voz de prisão aos pais pelo crime de maus tratos, permanecendo eles presos à disposição da Justiça. 
 
A criança permaneceu internada sob observação médica, a disposição do Conselho Tutelar.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »