31/07/2020 às 11h01min - Atualizada em 31/07/2020 às 11h01min

Twitter bloqueará links que promovem discurso de ódio e violência

Nova medida começou a valer em 30 de julho

TecMundo
Para resolver uma brecha em suas regras contra a disseminação de discursos de ódio e conteúdo violento, o Twitter atualizou as políticas da plataforma para proibir o compartilhamento de links que levem para conteúdo que promova violência e disseminação de discurso de ódio.

Atualmente, o Twitter possui regras do tipo em vigor, que proíbe conduta violenta nos tuítes. No entanto, as normas não se estendiam para o conteúdo que era vinculado às mensagens. Assim, usuários conseguiam infringir as diretrizes da comunidade anexando links que levavam para sites com o conteúdo proibido pela rede social.

Com a nova política, que entrou em vigor no dia 30, o Twitter pode impedir que URLs específicas sejam compartilhadas na plataforma, além de suspender contas que compartilham esse tipo de conteúdo com frequência. A rede social informa que o "objetivo é bloquear links de maneira consistente", de forma semelhante com o que acontece com a "remoção de tuítes que violam nossas regras".

Novas medidas do Twitter
Para tentar diminuir o número de pessoas ligadas a grupos extremistas usando a plataforma, o Twitter recentemente baniu sete mil contas ligadas à QAnon, uma teoria da conspiração de direita dos Estados Unidos. Além disso, a rede social adotou medidas agressivas para limitar a ação do grupo no site - 150 mil contas foram impedidas de aparecer nas recomendações.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »