24/07/2020 às 12h21min - Atualizada em 24/07/2020 às 12h21min

Compensa comprar carro na pandemia?

Comprar carro na pandemia tem atraídos alguns motoristas por conta dos descontos, entretanto, essa pode não ser uma vantagem para todos.

Jeniffer Elaina, da Smartia Seguros
Uma dúvida que surgiu para muitos motoristas em época de Coronavírus é se compensa comprar carro na pandemia, pois o mercado está inseguro em relação à economia.

Para que se possa chegar a uma conclusão, antes de tudo é preciso definir que tipo de carro estamos falando, se é um novo ou usado.

O usado não tem apresentado grandes vantagens para negociação porque seu valor de mercado já está um pouco definido, apesar de haver situações em que seus proprietários precisam de dinheiro por conta de terem sido afetados financeiramente e estão vendendo a baixo custo.
Encontrar uma oferta de carro usado pode ser uma boa oportunidade, mas essa não é uma regra.

Comprar carro na pandemia: o novo compensa?

Vamos falar de carro novo. Esse é o questionamento que mais aflige os motoristas porque ele possui um valor mais elevado de compra e desvaloriza no momento da venda.

Para saber se compensa ou não comprar carro na pandemia, vamos analisar o mercado. O emplacamento de novos carro, segundo a Fenabrave ficou baixo em abril e maio de 2020, e o resultado foram pátios lotados e a produção interrompida.

Para conseguir superar essa crise, as montadoras estão fazendo diversas promoções para que possam vender os veículos novos e assim retomar as suas atividades.

Nesse momento está sendo possível aproveitar bons descontos e a possibilidade de começar a pagar as parcelas daqui a 90 dias ou mais. Cada montadora investiu em uma estratégia nesse período para melhorar as suas vendas.

Na Fiat e Chrysler, quem paga 50% da entrada tem as 8 primeiras parcelas pagas pela montadora. Na Audi, o motorista ganha 13 revisões gratuitas e mais o seguro auto. A Land Rover permite que a primeira parcela seja paga daqui a meses. A BMW paga as três primeiras parcelas do financiamento.

Além das condições específicas de cada montadora, os descontos podem ser bastante atrativos. Nesse caso, vale a pena negociar com a concessionária.

As ofertas podem parecer tentadoras para os consumidores e realmente são, porém, é preciso levar outros fatores em consideração para saber se compensa comprar carro na pandemia.

O período causou uma instabilidade econômica que afetou diversos lares, por isso, se a renda familiar está comprometida, talvez o momento não seja o mais adequado para adquirir um veículo, principalmente se ele for financiado e o futuro dos rendimentos incerto.

A impulsividade em aproveitar os descontos também deve ser controlada, pois a pessoa pode acabar se endividando e criar um problema.

Entretanto, se já vinha sendo feito um planejamento, se tinha a pretensão de comprar um carro novo e as finanças estão equilibradas, esse é o momento certo.

O consumidor está com o controle e pode conseguir vantagens que serão bastante interessantes, uma vez que as concessionárias e montadoras estão dispostas a financiar.

Apesar das ofertas, ainda é preciso ter atenção em alguns pontos. A compra só deve ser feita após uma boa pesquisa, pois os valores podem variar de acordo com a concessionária e tendo uma outra proposta a negociação fica mais vantajosa para o consumidor.

Outro ponto é em relação ao financiamento, pois apesar de haver ofertas com juros zero, essas nem sempre são reais e os “juros” estão embutidos no preço do carro.

Se puder pagar à vista ou dar uma entrada maior pode ser mais interessante.

Vale lembrar que atrás do custo do carro ainda terá documentação e o valor do seguro auto, que muda conforme o perfil do condutor e veículo, então você só pode saber exatamente qual é fazendo uma cotação de seguro.

É importante fazer essa pesquisa da tabela de preço do seguro de carro e de outros valores além do financiamento antes de tomar uma decisão final.

As ofertas dos carros novos após a pandemia

Se por conta da instabilidade econômica pode não ser interessante comprar um carro novo durante a pandemia, após passado esse período será mais vantagem? Provavelmente não.

O emplacamento de veículos já mostra uma recuperação no mês de junho. Enquanto em abril foram 39.493 emplacamentos, em junho esse número já subiu para 102.400, o que indica o uma recuperação do mercado.

Com a abertura das concessionárias, a tendência é que os veículos que estavam parados no pátio logo sejam vendidos e estejam na rua.
Para o cliente, comprar carros na pandemia foi a melhor época em questão de vantagens, porém, enquanto ainda houver carros em estoque é possível aproveitar as vantagens.

Se a ideia é esperar melhorar financeiramente, a regra é seguir as dicas de sempre pesquisar bastante, negociar com as concessionárias e dar uma entrada de valor maior.

Agora que a sua pergunta se compensa comprar carro na pandemia foi respondida, esse é o momento de trocar o seu veículo?
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »