23/07/2020 às 14h51min - Atualizada em 23/07/2020 às 14h51min

Messenger do Facebook ganha novos recursos de privacidade

Bloqueio do aplicativo e novidade nas configurações prometem melhorar segurança do usuário

TecMundo
Em uma publicação no blog Messenger News, Jay Sullivan, diretor de gerenciamento de produtos, privacidade e segurança do Messenger, anunciou a chegada de novos recursos de privacidade e segurança para o aplicativo de mensagem do Facebook. Segundo ele, as novas ferramentas "oferecem mais controle" para os usuários.

O primeiro desses recursos é o App Lock, que permite uma nova camada de segurança e impede que outras pessoas tentem acessar o aplicativo. Quando ativado, é necessário usar impressão digital ou autenticação facial - o que já estiver configurado no smartphone - para desbloquear o aplicativo. Esta ferramenta chega primeiramente em dispositivos iOS e, "nos próximos meses", também para Android.

Para configurá-lo, basta acessar a seção de Privacidade nas configurações do Messenger.

Ao ativar o App Lock, será preciso usar digital ou Face ID para acessar o Messenger. Foto: Divulgação

Ao ativar o App Lock, será preciso usar digital ou Face ID para acessar o Messenger. Foto: Divulgação



O Messenger também trabalha em novos controles para que o usuário possa restringir quem pode enviar uma mensagem ou ligar para ele. Segundo Sullivan, isso deve ser configurado da mesma forma que é feito no Instagram, mas que novos detalhes serão compartilhados "quando começarmos a testar esses controles".

Por fim, um recurso que também ainda não está sendo testado, mas está nos planos, é para desfocar imagens enviadas por algum usuário desconhecido. Dessa forma, antes de visualizar o que for mandado, será possível bloquear a pessoa ou reportar o acontecido antes de ver o que foi enviado.

Compartilhamento de tela
O Facebook continua a expandir os recursos de seu aplicativo de bate-papo, o Messenger. A rede social foi lançando nesta quinta-feira (16) a opção de compartilhamento de tela para dispositivos móveis iOS e Android na atualização mais recente do app.

Essa é mais uma estratégia do Messenger na disputa pelo domínio do bate-papo por vídeo com concorrentes como Google Hangouts e Zoom, enquanto as pessoas recorrem ao trabalho remoto e ao distanciamento social durante a pandemia do novo coronavírus.
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »