23/03/2018 às 15h46min - Atualizada em 23/03/2018 às 15h46min

Quatro são presos por vender ovos de Páscoa com maconha no RS

Foto: Polícia Civil

Três homens e uma mulher foram presos em flagrante por tráfico de drogas e associação para o tráfico na madrugada desta quinta-feira (22) no bairro Morada do Vale, em Gravataí.

Eles são suspeitos de fabricar e distribuir chocolates de Páscoa feitos com maconha. Foram apreendidos 16 caixas de ovos de Páscoa de tamanho grande, preparados à base de maconha, que estavam prontas para serem distribuídas em todo o Estado.

Em oito delas havia no interior da caixa, além do produto misturado com a erva, um cigarro artesanal de maconha já preparado para ser consumido, como uma espécie de brinde ou propaganda do produto com drogas.

As prisões ocorreram após 45 dias de investigações da 1ª Delegacia de Investigação do Narcotráfico (DIN), do Departamento Estadual de Investigações do Narcotráfico (Denarc).

Segundo o delegado Guilherme Calderipe, os pedidos eram feitos por rede social e possivelmente por telefone.

Também foram apreendidas anotações e receitas dos diversos chocolates contaminados com entorpecentes, indicando a porcentagem de maconha a ser incluída no recheio e outras orientações de preparo dos produtos, além de encomendas a serem entregues e produzidas.

A Polícia Civil agora irá enviar o material para perícia oficial para avaliação da presença da maconha e também verificação de existência de outras drogas como cocaína ou mdma (princípio ativo do ecstasy).

O Diretor de Investigações do Denarc, Delegado Mario Souza, alerta que “sendo confirmada pela perícia, estamos diante de uma situação perigosa, pois esses produtos poderiam ser facilmente acessados por crianças, e isso é inaceitável. Todos os envios de produtos serão apurados. As pessoas que adquiriram produtos sem saber que poderiam conter drogas podem procurar o Denarc para obter informações, até mesmo porque os envios serão rastreados,” completou Souza.
 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »