29/06/2020 às 11h42min - Atualizada em 29/06/2020 às 11h42min

Bem-Estar Animal de Rio Preto recebeu 157 denúncias por maus-tratos este ano

Diretoria ampliou equipe para atender as demandas

Assessoria de Imprensa
Foto: Divulgação
Somente de janeiro a junho de 2020, a Diretoria do Bem-Estar Animal (Dibea) recebeu 157 denúncias relacionadas a maus-tratos, sendo 113 referentes a cachorros e 44 a gatos. Para atender as demandas e expandir o campo de atuação, a equipe foi ampliada. Atualmente, a Dibea conta com a diretora Karol Prado, cinco veterinários, cinco técnicos veterinários e uma agente administrativa.

Até agora, 51 denúncias foram finalizadas. “Por conta da pandemia do coronavírus, ficamos impedidos de realizar as visitas devido ao distanciamento social.

Aos poucos, estamos retomando com a adoção dos protocolos recomendados, como uso de máscara e álcool em gel”, afirma a diretora Karol Prado.

As situações mais comuns encontradas pela equipe durante as visitas são abandono, sujeira/mau cheiro e maus tratos. Um veterinário e um técnico sempre acompanham as denúncias para atestar a gravidade da situação. Durante a visita, a Dibea deixa um termo de vistoria com orientações para serem seguidas com prazo para adequações. Após o vencimento do prazo, outra visita é realizada e quando as orientações não são cumpridas, outras medidas são tomadas, como a retirada do animal, multa por maus tratos, entre outras.

Normalmente, quando o animal é retirado da família a Dibea o leva para o Centro de Controle de Zoonoses, onde fica provisoriamente para se recuperar até que possa ser novamente colocado para adoção. Há casos em que é necessário até mesmo realizar castrações de emergência. Este ano, o procedimento foi realizado em 66 cadelas, 51 cães, 5 gatas e 6 gatos, todos após as denúncias.

As ações da Dibea para atendimento das denúncias contam com o apoio das Polícias Ambiental e Militar. A denúncia pode ser feita pelo e-mail faleconosco.bemestaranimal@riopreto.sp.gov.br ou pessoalmente no Centro de Controle de Zoonoses.

Cuidados básicos com os animais

A Diretoria do Bem-Estar Animal explica que para garantir os cuidados básicos com os animais é necessário prover cinco liberdades:

1- Livres de fome e sede: animais devem ter água limpa e fresca e alimentação adequada.
2- Livres de desconforto: animais devem viver em ambiente adequado para seu porte, com acesso a sol, sombra e sempre limpo.
3- Livres de dor e doença: animais devem receber cuidados médicos veterinários, devem ser vacinados e saudáveis.
4- Livres de medo e estresse: animais não podem ser maltratados ou agredidos, isso gera um medo constante e estresse.
5- Garantir a liberdade de expressão da espécie: animais devem expressar seus comportamentos naturais referentes à espécie. Isso enriquece o ambiente.
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »