08/06/2020 às 10h29min - Atualizada em 08/06/2020 às 10h29min

Restaurantes, bares, salões de beleza e barbearias voltam a fechar em Araçatuba

Decisão foi tomada depois de o Tribunal de Justiça conceder liminar suspendendo a abertura dos segmentos. Prefeitura disse que vai recorrer da decisão.

G1
Bares estavam funcionando em Araçatuba — Foto: Reprodução/TV TEM
Após o Tribunal de Justiça conceder liminar suspendendo a abertura de bares, restaurantes, salões de beleza e barbearias em Araçatuba (SP), a prefeitura informou, que revogará o trecho do decreto municipal que autorizou a abertura dos segmentos, mas recorrerá da decisão.

Araçatuba está na fase dois (laranja) do Plano São Paulo, mas o prefeito Dilador Borges publicou novo decreto liberando o funcionamento dos segmentos considerados não essenciais. A partir de ontem (7), ficarou suspenso a flexibilização de bares, restaurantes, similares e salões de beleza”, afirmou Dilador em um vídeo enviado pela sua assessoria de imprensa.

“No meu entendimento, tínhamos o direito para flexibilizar, trazendo as restrições da faixa 3 para faixa 2, mas esse não foi o entendimento do Ministério Público.

Ficará suspenso a flexibilização de bares, restaurantes, similares e salões de beleza”, afirmou Dilador em um vídeo enviado pela sua assessoria de imprensa.
 
No entanto, o Tribunal de Justiça entendeu que o município deve seguir à risca o Plano São Paulo e abrir somente os estabelecimentos que foram autorizados pelo governo estadual.

"Além disso, o afrouxamento das regras de isolamento social sem embasamento científico permitirá maior contato entre pessoas, o que possivelmente elevará o número de transmissão e provocará a piora da situação sanitária, o oposto dos objetivos mais urgentes do momento atual: proteção à vida, à saúde e o combate ao novo coronavírus", escreveu o desembargador na liminar.
 
Casos de coronavírus
Araçatuba tinha até a noite desta sexta-feira (6), data em que a última atualização foi feita, 193 moradores infectados pelo novo coronavírus.


Segundo a Secretaria de Saúde, 11 pacientes estavam internados em enfermaria, quatro em Unidade de Terapia Intensiva (UTI), cinco em ventilação mecânica, 179 em monitoramento domiciliar e 107 curados.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »