21/03/2018 às 11h55min - Atualizada em 21/03/2018 às 11h55min

“Eu sabia que era ele”: tutor reencontra gato após 14 anos

Após se perder em uma forte tempestade ocorrida na Flórida em 2004, gato e tutor se reencontram após 14 anos separados.

ANDA Agência de Notícias de Direitos Animais
Um gato reencontrou seu tutor após 14 anos separados. Após uma forte tempestade ocorrida em 2004 na Flórida, nos Estados Unidos. Em meio ao caos e destruição, Perry Martin perdeu alguém muito especial, o gato “T-2”.

“Eu estava devastado. Eu olhei em todos os lugares procurando por ele. Eu tinha vizinhos procurando por ele. Passava todo o tempo livre procurando”,disse Martin ao site The Dodo.

À medida que o tempo passava sem saber o que poderia ter acontecido com o gato, Martin passou a acreditar que o animal tinha desaparecido para sempre, mas ele estava errado. Mais de uma década se passou, porém Martin nunca esqueceu de seu amado animal doméstico, a quem ele nunca tentou transferir seu afeto a outro gato. Ele sabia que, mesmo que T-2 conseguisse sobreviver a intensa tempestade, ele ficaria bem em seus anos dourados aos 18 anos. Para Martin, isso parecia improvável.

O que parecia impossível, se tornou realidade. Na semana passada o tutor recebeu uma ligação do antigo veterinário de seu gato informando que o animal havia sido localizado vivo. Desconfiado, o homem acreditou que fosse apenas um engano e se dirigiu para a organização de direitos animais Humane Society of the Treasure Coast, em tradução livre “Sociedade Humana de Treasure Coast”.

“Eu não acreditei. Depois de 14 anos? Assim que vi o rosto dele, eu sabia que era ele”, disse Martin.

O animal parecia reconhecer o seu tutor mesmo após 14 anos separados. Agora, eles finalmente estão reunidos. “T-2 não saiu do meu lado. Ele está sentado no meu colo e me segue em todos os lugares. Acredite ou não, ele está ronronando. Eu não ouvi um gato ronronar por 14 anos. Tenho a sensação de que ele sabe que ele está em casa”, acrescentou.

Apesar do gato ter 18 anos agora, e tendo aparentemente passado muitos desses 14 anos vivendo nas ruas, o T-2 está em boa saúde. O animal ainda está um pouco magro e fraco, mas o tutor otimista vai cuidar do gato agora que ele está de volta para viver com sua família.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »